500 milhas motovelocidade

JC Racing Team leva as 500 Milhas de Motovelocidade

Com base em títulos conquistados, parece mesmo que a Ninja ZX-10R é uma super-máquina, ou melhor, uma superbike. No ano passado, a Kawasaki venceu o Mundial de Superbike (ou WSBK), representada pelo piloto Jonathan Rea, e também faturou o mundial de construtores, e agora sagrou-se campeã das 500 Milhas de Motovelocidade, prova disputada em Interlagos, no último final de semana.

JC Racing Team vence as 500 Milhas de Motovelocidade 2017

JC Racing Team vence as 500 Milhas de Motovelocidade 2017

Depois de 187 voltas, percorridas em cinco horas, cinquenta minutos e vinte e oito segundos, a equipe JC Racing Team venceu a mais tradicional prova de endurance sobre duas rodas do Brasil. Os pilotos Marco Solorza, Davi Costa e Alecsandre Brieda ‘Doca’ se revezaram na pilotagem de uma Ninja ZX-10R (número 12), desenvolveram uma prova tranquila, técnica e realizaram sete paradas nos boxes ao longo da corrida. ‘Na carona’, Doca ainda se tornou o maior vencedor das ‘500 Milhas’, com cinco títulos.

O segundo lugar ficou com a equipe Paulinho Superbikes (#202), que cruzou a linha de chegada logo atrás da JC. O detalhe: eles correram com uma moto de 600 cc, da categoria SuperSport. Em terceiro chegou a Tecfil Racing Team, que logo no início da prova teve problemas eletrônicos em sua  BMW S 1000RR, deixando os pilotos Danilo Lewis, Diego Viveiros, Cesar Barros e Marcio Bortolini na mão. A equipe Ducati, que competiu com uma 1299R Panigale, ficou com o quarto lugar, em um pódio que ainda teve a Misano Racing Team, em quinto.

Bruno Corano foi o melhor na prova de curta duração

Bruno Corano foi o melhor na prova de curta duração

Desta forma, o pódio da categoria SuperBike foi composto pelas equipes JC Racing Team, Tecfil Racing Team e Ducati Campinas nas três primeiras colocações. Na SuperSport, os três times mais rápidos foram Paulinho Superbikes, Masut Racing Team e SR Corse. Na categoria Força Livre, a primeira colocação foi para o time da Pitico Race Team, seguida pela Helder Afinity e pela Misano Racing Team, segunda e terceira colocadas, respectivamente. Em sua 20ª edição, as 500 Milhas de Motovelocidade reuniu 14 equipes.

Zebras nas 500 Milhas de Motovelocidade

As grandes equipes, oficiais das marcas, são sempre favoritas em provas de motovelocidade, mas tem vezes que a sorte parece abandoná-las. Foi o caso da Honda Racing Team, que tinha os consagrados pilotos Diego Faustino, José Luiz ‘Cachorrão e Eric Granado no elenco. A equipe começou bem ao obter a pole e, depois, na corrida, pulou na frente no momento da largada ao estilo ‘Le Mans’ (com pilotos alinhados de um lado da pista e motos, desligadas, do outro), com Granado tomando a ponta com a CBR 1000RR. Porém, na sétima volta uma queda tirou a equipe da corrida.

Equipe Honda Racing Team fez a pole e largou na frente... mas ficou pelo caminho logo na sétima volta

Equipe Honda Racing Team fez a pole e largou na frente… mas ficou pelo caminho logo na sétima volta

A Tecfil Racing Team também sofreu com um incidente, citado acima. Ainda no início da prova, a BMW S1000RR de numeral #17 apresentou problemas eletrônicos e deixou os pilotos Danilo, Diego, Cesar e Marcio Bortolini em situação delicada. Com isso, a equipe largou bem atrás dos ponteiros e precisou fazer uma grande corrida de recuperação.

Outros resultados das 500 Milhas

A equipe Fullmann Superbike, composta pelos pilotos Arthur Costa e Rafael Rigueiro, foi a vencedora da prova das ‘100 Milhas de Motovelocidade’, que aconteceu no domingo pela manhã. No comando da Honda CBR 500R de numeral #99, a equipe dominou a corrida praticamente de ponta a ponta. Após uma troca intensa de posições e de uma boa estratégia de paradas nos boxes, a Moretti Racing conquistou o segundo lugar, enquanto a Castrol/SAF-RJ ficou com o terceiro. Eliton Kawakami, competindo com uma Yamaha R3 (de 321cc), foi o quarto.

Fullmann Superbike levou a melhor nas 100 Milhas de Motovelocidade

Fullmann Superbike levou a melhor nas 100 Milhas de Motovelocidade

Já a prova de curta duração das ‘500 Milhas de Motovelocidade’ foi vencida por Bruno Corano (#34), da equipe Kawasaki Racing Team. Com ótimas voltas na casa do 1m43s, o piloto fora aos poucos abrindo vantagem sobre os demais pilotos, até que no meio da prova teve que apenas administrar a vitória. A corrida teve 11 voltas, com grid conjunto das categorias SuperBike, SuperBike Light e SuperSport. Em segundo lugar chegou Leonardo Tamburro, e em terceiro, Danilo Berto.

Separador_motos



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.