Jean Azevedo entra para a história do Dakar (a)

No primeiro dia de c‚u azul e sol no Dakar 2005, o piloto brasileiro Jean Azevedo venceu nos quil“metros finais a 14a etapa do rali. Ele foi 10 segundos mais r pido que o francˆs David Fretigne. Nos trˆs postos de controle do dia, Jean e Fretigne travaram um duelo roda a roda. No trecho final, onde a velocidade era fator fundamental, o brasileiro levou sua KTM a 190 km/h e conquistou a vit¢ria, sendo o primeiro brasileiro a faturar uma etapa do Dakar na categoria Motos.

“Estou muito feliz com este resultado. Quase consegui este feito em 2003, quando conquistei a segunda coloca‡Æo em uma etapa. Quero dividir e dedicar esta vit¢ria … toda equipe Petrobras Lubrax, que est  comigo durante o ano todo trabalhando para que eu consiga atingir resultados como este”, afirmou Jean no acampamento de Tambacounda, no Senegal. Segundo o brasileiro, a especial (trecho cronometrado) de hoje era bem r pida. “O dia foi longo e o terreno variou bastante. Fui r pido mas nÆo achava que iria ganhar a etapa. Foi uma surpresa quando soube o resultado”, acrescentou.

A briga de Jean no deserto ainda tem trˆs etapas pela frente. O brasileiro subiu para o s‚timo lugar na classifica‡Æo geral, a 37 minutos do australiano Andy Caldecott, o sexto colocado. “A distƒncia ‚ grande e o rali est  no fim, mas posso pensar ainda em subir na tabela”, contou o brasileiro que foi o quinto colocado no Dakar 2003.

Apenas Andr‚ Azevedo, irmÆo de Jean, j  havia vencido uma etapa do Rally Paris-Dakar na categoria Caminhäes.” como ganhar um GP de F¢rmula 1″, contou Andr‚ Azevedo, que j  est  em Dakar, capital do Senegal e t‚rmino do rali, esperando a equipe brasileira. Andr‚ teve problemas com o seu caminhÆo Tatra no in¡cio desta semana e teve que abandonar a prova. “Estou muito orgulhoso do meu irmÆo e estarei aguardando o Jean aqui em Dakar para estourarmos uma champanhe juntos e comemorar este resultado”, afirmou Andr‚ ao saber da boa not¡cia. Nos 18 anos de participa‡Æo de brasileiros no Rally Paris-Dakar nunca um piloto de moto havia conseguido vencer uma etapa.
(continua)