Jean é 13º e sobe mais três posições

Apesar de ter ganhado trˆs posi‡äes na etapa de hoje, piloto disse que podia ter sido mais r pido.

Confirmando a tendˆncia projetada por ele mesmo de que na µfrica sua situa‡Æo iria melhorar, o piloto Jean Azevedo percorreu os 350 km da especial entre Ouarzazate e Tan Tan em 4h12min54s, classificando-se com o 13§ tempo do dia. Somando-se as cinco etapas disputadas at‚ agora, ele pula da 16¦ para a 13¦ posi‡Æo na tabela geral. Jean havia terminado as duas primeiras etapas do Dakar 2006 na 26¦ coloca‡Æo. Trˆs etapas africanas depois, ele j  recuperou nada menos que treze posi‡äes. No total, o Dakar 2006 possui quinze etapas.

O vencedor da 5¦ etapa foi francˆs Cyril Despres, atual campeÆo do Dakar nas motos, com o tempo de 3h47min40s. Em segundo, o espanhol Marc Coma, trˆs minutos e quarenta e um segundos atr s. Na classifica‡Æo geral, Despres est  em segundo e Coma lidera a categoria, 1h00min27s … frente do brasileiro Jean de Azevedo.

Na verdade, o 13§ lugar na etapa desta quarta-feira nÆo era o que Jean Azevedo esperava. No entanto, o piloto se mostrou tranqilo e ciente de que rapidamente est  retornando ao grupo do dez pilotos mais r pidos do Dakar – na prova de 2005, Jean foi o s‚timo colocado e ainda ganhou uma etapa. Ao chegar ao acampamento montado na cidade litorƒnea de Tan Tan, no Marrocos, o piloto, quase recuperado da gripe que o acompanha desde que saiu do Brasil em 25 de dezembro, disse: “Dava para ter sido mais r pido”.

O resultado do dia levou Jean … 13¦ posi‡Æo na classifica‡Æo geral, a apenas cinco minutos do d‚cimo colocado. O piloto disse ter poupado o acelerador nos trechos de pedra. “Tinha mais pedra hoje do que nas outras duas etapas no Marrocos”, contou o piloto. “Ainda estou conhecendo a moto em cada condi‡Æo apresentada pelo Dakar. Nas pedras, ainda me sentiria mais confort vel com a moto que corri nos £ltimos trˆs anos. Esta ‚ muito arisca”, comparou.

Na etapa de amanhÆ, as pedras ainda dÆo as cartas, mas ap¢s a travessia da fronteira do Marroscos com a Mauritƒnia, o piso de areia e as dunas come‡am a tomar conta da prova. Ao longo do ano, Jean fez diversos treinamentos nas dunas de Cabo Frio (RJ) e do deserto do Atacama, no norte do Chile. “Em poucos dias, quero estar entre os dez”, concluiu o brasileiro.