Joaninha é bicampeão no Rio de Janeiro

Em um show de manobras mais do que radicais na manhÆ deste domingo (24), no Rio de Janeiro, Gilmar Flores, o Joaninha, garantiu o bicampeonato da Copa Brasil de Motocross Estilo Livre. Favorito ao t¡tulo, o piloto que conta com patroc¡nio da FOX levantou o p£blico ao realizar diversas vezes o Back Flip, a manobra mais esperada da competi‡Æo. O norte-americano Derek Burlew, que tamb‚m era um dos preferidos, ficou com o segundo lugar. A irreverˆncia de Natan Azevedo, tamb‚m patrocinado pela FOX, lhe garantiu um excelente quarto lugar na disputa.

Com a arena lotada, Joaninha deu show na Barra da Tijuca e venceu com 216,5 pontos conquistados. Na primeira bateria, o piloto de 27 anos aqueceu corpo e moto e, na terceira volta, levantou o p£blico ao realizar a manobra mais esperada de todas: o Back Flip, um mortal de costas. NÆo satisfeito, veio a realizar o feito novamente na quinta volta. Fora Joaninha, o £nico piloto capaz de protagonizar o Back Flip nesta prova era o norte-americano Derek Burlew, que deixou a desejar. Nesta mesma bateria, Natan Azevedo, que pediu a m£sica N£cleo Base, do Ira, para sua apresenta‡Æo, realizou manobras excelentes e finalizou as oito voltas com irreverˆncia, acelerando a moto. Isso lhe rendeu, com 195 pontos, o quarto lugar do torneio.

“Gra‡as a Deus consegui uma excelente volta. Quero agradecer a todos que estÆo sempre comigo, a minha fam¡lia”, disse Joaninha que, na segunda apresenta‡Æo desta manhÆ, saltou contou com um “detalhe” especial. Quando o piloto mato-grossense entrou na pista, o p£blico j  gritava “‚ campeÆo”. Para levantar ainda mais a galera, Joaninha j  abriu sua bateria com o Back Flip. O piloto conhece e sabe desenvolver diversas varia‡äes deste salto, assim como mostrou ao bater os calcanhares … frente da moto enquanto estava de cabe‡a para baixo. Nesta bateria, Natan Azevedo realizou sua manobra caracter¡stica, um Heart Attack olhando para tr s que lhe rendeu importantes pontos.

Para comemorar o bom desempenho, ao t‚rmino da competi‡Æo, Joaninha “enterrou” sua moto na areia, subiu no guidÆo e deu um mortal de costas, logo ap¢s ser abra‡ado por alguns expectadores que estavam ao seu lado. “o esporte vem crescendo muito. Quero buscar boas coloca‡äes aqui e tamb‚m representar o Brasil l  fora”, comentou o piloto que colocou pneus verdes em sua moto, em homenagem a Mato Grosso, seu estado.

Na Copa Brasil de Motocross Estilo Livre 2008, a final foi realizada em duas baterias send o que, em cada uma delas, os competidores tinham 1min40seg ou 8 voltas para realizar as manobras. Outro piloto patrocinado pela FOX, Jean Bergamini, esteve na briga mas nÆo conseguiu se classificar para as finais deste domingo.