maiara-basso-campea-motocross-1

Maiara Basso é tricampeã brasileira de Motocross

A corrida disputada neste final de semana em Charqueada, no interior paulista, veio para coroar Maiara Basso com mais um título. A piloto sagrou-se campeã do Brasileiro de Motocross na categoria MXF, repetindo as conquistas de 2016 e 2012. “Foi preciso muito foco e determinação, é grande a satisfação de poder comemorar pela terceira vez o título do principal campeonato de motocross do país”, destacou a moça.

Depois de 2012 e 2016, 2017. Piloto faturou o tricampeonato no Brasileiro de Motocross categoria MXF

Depois de 2012 e 2016, 2017. Piloto faturou o tricampeonato no Brasileiro de Motocross categoria MXF

maiara-basso-campea-motocross-3

Maiara representou a equipe Ipiranga Honda Rinaldi IMS e não teve dificuldades para vencer a etapa final, permanecendo líder de ponta a ponta. Recentemente, em agosto, a piloto havia conquistado outro título, o de campeã brasileira de Velocross. “Quero agradecer a minha família, patrocinadores e todos que torcem por mim, sem dúvidas ter o apoio de todos é um ânimo a mais”, continuou a gaúcha, que também agradeceu pelo fornecimento de pneus off-road que recebeu.

Equipe também faturou a 65cc no Motocross e a Ouro no Hard Enduro

Além de Maiara, outros pilotos da equipe também iniciaram esta semana com mais um troféu na estante. Rafael Becker, de 10 anos, obteve o primeiro lugar no Brasileiro de Motocross categoria 65cc, em seu ano de estreia na divisão. Em 2015 e 2016, o pequeno sagrou-se campeão brasileiro na categoria 50cc somando, desta forma, três títulos nacionais até então. “Eu sou o mais novo da categoria e não esperava ser campeão logo do meu primeiro ano na 65cc. Lutei, treinei bastante e me superei para levar a taça, estou muito feliz”, afirma o garoto.

Em sua temporada de estreia na 65cc, Rafael Becker, de 10 anos, já garantiu o título

Em sua temporada de estreia na 65cc, Rafael Becker, de 10 anos, já garantiu o título

Já na categoria Ouro do – nada fácil – Brasileiro de Hard Enduro quem levou a melhor foi Rigor Rico. O piloto mineiro já tinha garantido o título da temporada por antecipação mas aproveitou a oportunidade para vencer também a última etapa, após dois dias de disputas em Morungaba (SP). “Estou muito feliz, comecei e terminei o campeonato com vitórias. É um grande orgulho ser o primeiro campeão brasileiro de Hard Enduro da história, ainda mais com dobradinha com o meu irmão, que sempre me apoiou”, disse, lembrando também do desempenho de Ripi Galileu, seu irmão e vice-campeão brasileiro da categoria.

Separador_motos



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.