Uma boa capa é fundamental para deixar a moto guardada por períodos mais longos de inatividade

Moto parada requer manutenção

Dicas de Marcos Chaves, colaborador do site Seguro de Moto

Comprar um veículo, para algumas pessoas, pode ser igual comprar uma piscina: algumas pessoas passam o resto de seus dias na piscina, fascinados com a nova aquisição. Outras, por outro lado, não conseguem sair de dentro dela por, digamos, duas semanas, mas algum tempo
depois já ficam satisfeitas de saber que ela está no quintal, disponível para um bom banho naquele dia de sol tórrido.

Como dissemos, o mesmo se aplica aos veículos. Só que enquanto um carro não tende a sentir muito os efeitos de um eventual período de tempo parado na garagem, uma motocicleta inativa por apenas uma semana já é suscetível a alterações decorrentes do clima, da umidade, afetando pneus, motor, etc.

Uma boa capa é fundamental para deixar a moto guardada por períodos mais longos de inatividade

Uma boa capa é fundamental para deixar a moto guardada por períodos mais longos de inatividade

O objetivo deste artigo é fornecer algumas dicas de manutenção para quem possui uma motocicleta parada na garagem por muito tempo.

1 – Onde guardar

Uma garagem fechada e livre de umidade é o melhor local para guardar tanto o seu carro quanto a sua motocicleta, mas quem não possui uma garagem deve optar por investir em uma capa de proteção para sua moto. Hoje em dia, essas capas são comercializadas em larga escala
e abrangem vários tipos de modelo. O ideal é manter a motocicleta seca, longe da umidade, antes de colocar a capa, para não reter a umidade no veículo. Observação: tenha também um rastreador de moto para proteger o que é seu.

2 – Use a moto diariamente, ainda que em pequenos trajetos

Isso é fundamental para manter a bateria da moto em bom funcionamento, preservando sua vida útil. Muitos motociclistas acreditam que ligar o veículo um “pouquinho”, ainda que diariamente, é o suficiente para evitar que a bateria “arrie”, mas esse esforço, para a moto, é irrelevante. Realizar pequenos trajetos pode ser fundamental para prolongar a vida útil desse importante componente. Se você já sabe que a motocicleta ficará parada por muito tempo, talvez seja interessante manter um carregador de baixa potência constantemente ligado à bateria.

Moto com pneu murcho por muito tempo parada pode deformar e estragar os pneus

Moto com pneu murcho por muito tempo parada pode deformar e estragar os pneus

3 – Planeje a parada da moto e calibre os pneus

Para quem já sabe que a moto ficará parada por muito tempo, a recomendação é calibrar os pneus em uma pressão muito acima da recomendada pelo fabricante. O objetivo não é evitar a perda de ar, que é natural é inevitável, mas impedir que os pneus se deformem em virtude do peso da motocicleta – é importante ressaltar que eles ficarão parados por muito tempo, na mesma posição, com o peso da moto em uma única área.

4 – Encher o tanque pode evitar a oxidação

Em motos mais antigas, que ficarão paradas por longos períodos de tempo, uma das recomendações é deixar os tanques de gasolinas cheios até a boca. Isso faz com que a chapa metálica interna esteja sempre em contato com a gasolina, e não com o ar, o que minimizaria os efeitos de uma possível oxidação desse componente do tanque. As motocicletas mais modernas, por sua vez, passam por processos mais intensos de inibição da oxidação, de modo que esse tipo de “macete” não deve se revelar exatamente indispensável para a boa manutenção da moto inativa.