Largada da MotoGP no Grande Prêmio da Espanha

MotoGP™: Márquez 100% vitórias

Largada da MotoGP no Grande Prêmio da Espanha

Largada da MotoGP no Grande Prêmio da Espanha

Foi perante a um público estimado em 115.000 espectadores que o espanhol Marc Márquez (Repsol Honda) conquistou a quarta vitória da temporada na categoria rainha, em Jerez, no Grande Prêmio bwin de Espanha, à frente de Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP) e Dani Pedrosa (Repsol Honda Team). Com a vitória no Sul de Espanha no 100º Grande Prêmio da carreira, Márquez tornou-se o primeiro piloto a vencer as quatro primeiras corridas da temporada da categoria rainha desde Mick Doohan, em 1992. Márquez nunca tinha vencido em Jerez no Campeonato do Mundo.

Não teve para mais ninguém; só deu Márquez em Jerez

Não teve para mais ninguém; só deu Márquez em Jerez

Não houve quem conseguisse parar Márquez nesta quente tarde da Andaluzia, com o jovem espanhol chegando a ter uma vantagem de mais de quatro segundos na altura da 12ª volta; a margem do Campeão do Mundo era tal que, perto do final, reduziu o ritmo, ainda assim terminou com vantagem confortável sobre Valentino RossiMas a verdade é que o Rossi também apresentou desempenho soberbo no retorno ao pódio pela primeira vez desde o GP do Qatar, defendendo-se de Pedrosa até à última curva.

Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP) chegou a estar na terceira posição, mas perto do meio da corrida viu-se batido por Pedrosa e teve de se contentar com o quarto posto no dia do seu 27º aniversário e do 200º GP da carreira.

Atrás dos homens de fábrica da Honda e Yamaha ficou Andrea Dovizioso, o melhor da Ducati Team com o quinto posto, enquanto o colega de equipe Cal Crutchlow ficou desiludido com a desistência no dia do regresso à ação após a ausência por lesão na Argentina. Azar teve também o piloto de testes da marca e wild card Michele Pirro, que sofreu queda nas voltas iniciais.

Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini) sentiu-se aliviado por ter somado os primeiros pontos do ano ao terminar em sexto, a apenas 0,112s de Dovizioso. Enquanto isso, o compatriota de Bautista, Aleix Espargaró (NGM Forward Racing) foi sétimo e Bradley Smith (Monster Yamaha Tech3) oitavo; ambos os pilotos terminaram a 0,5s de Dovizioso. O Top 10 contou ainda com Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech3) e Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP).

Registaram-se ainda as desistências de Mike Di Meglio (Avintia Racing), após problemas de pneus, e de Colin Edwards (NGM Forward Racing), com problema técnico, enquanto Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) e Andrea Iannone (Pramac Racing) interromperam a sequência de presença na zona de pontuação devido a quedas.

Detalhes do circuito da Jerez: