Numeros_3

MotoGP™: Os números do Grande Prêmio da França

83 – Após as quatro primeiras corrida do ano, Tito Rabat somou 83 pontos; este é o maior total de pontos na Moto2™ apósas quatro primeiras jornadas desde que a classe foi introduzida em 2010.

59 – A vitória de Marc Márquez no GP da Espanha representou a 59ª presença do piloto num pódio de Grandes Prémios. Um resultado entre os três primeiros na França fará dele o 25º piloto em 65 anos de história do Mundial a atingir o marco de 60 pódios.

50 – A vitória de Romano Fenati no Grande Prêmio da Espanha de Moto3™ foi o 50º triunfo da KTM em GPs. Casey Stoner deu a primeira vitória à KTM nas 125cc, na Malásia em 2004. Os 50 triunfos da KTM repartem-se da seguinte forma: Moto3 – 28; 125cc – 13; 250cc – 9. O piloto que deu mais vitórias à KTM em GPs é Mika Kallio, com sete triunfos nas 125cc e cinco nas 250cc.

45 anos – No dia da corrida em Le Mans passam-se exatamente 45 anos do o dia em que Jean Aureal, pilotando uma Yamaha, se tornou no primeiro gaulês a vencer uma corrida de 125cc – o triunfo teve lugar no Grande Prêmio da França de 1969, em Le Mans.

20 anos e 264 dias – No Grande Prêmio de Espanha Jonas Folger tornou-se no mais jovem germânico a terminar no pódio da classe Moto2/250cc desde que Horst Kassner  foi terceiro no Grande Prêmio da Bélgica de 1956, com 19 anos.

16 anos – No dia da qualificação de Le Mans passam exatamente 16 anos sobre o GP da Itália de 1998, em Mugello, quando Marcellino Lucchi conquistou a primeira vitória nas 250cc com 41 anos e 16 anos depois de estrear nos Grandes Prêmios.

6 – No dia da corrida em Le Mans passam-se exatamente seis anos do dia em que Mike di Meglio venceu a corrida de 125cc no Grande Prêmio da França de 2008 para se tornar no primeiro piloto da casa a vencer em Le Mans nas 125cc desde Guy Bertin em 1979.

4 – Dani Pedrosa começou a temporada com quatro pódios nas quatro primeiras corridas de MotoGP deste ano, uma estreia para o piloto desde 2008. Mais um resultado entre os três primeiros para Pedrosa em Le Mans e será a primeira vez que o espanhol termina no pódio nas cinco primeiras corridas de MotoGP™ do ano.

2 – Romano Fenati venceu as duas últimas corridas de Moto3™. Esta é a primeira vez que um piloto italiano conquista vitórias consecutivas na categoria menor dos Grandes Prêmios desde que Andrea Iannone ganhou as duas primeiras corridas de 125cc de 2009, no Qatar e Japão. Se Fenati vencer em Le Mans torna-se no primeiro italiano com três triunfos consecutivos na categoria menor dos GPs desde Marco Melandri, em 1999.

– O segundo lugar de Dominique Aegerter na corrida de Moto2™ de Jerez foi o melhor resultado já obtido pelo piloto nos 124 Grandes Prêmios que disputou ao longo da carreira. Os anteriores três pódios que tinha diziam todos respeito a terceiros lugares.

Zero – O pódio de Moto2™ em Jerez não incluiu qualquer piloto espanhol. O último pódio de um GP – nas três classes – sem a presença de pilotos espanhóis foi na corrida de Moto2™ do ano passado, em Silverstone, em que a vitória ficou a cargo do piloto da casa Scott Redding, seguido do nipônico Takaaki Nakagami e do suíço Tom Lüthi.

DETALHES DA PISTA DO GRANDE PRÊMIO DA FRANÇA

A atual pista do circuito de Le Mans foi construída em meados de 1965, para ser o palco anual da tradicional corrida das 24 horas de Le MansLe Mans. Fica 5 km ao Sul de Le Mans e 200 km a sudoeste de Paris. Palco da MotoGP desde os finais dos anos 60, foi excluida do calendário depois do grave acidente com o espanhol Alberto Puig em 1995, só retornando ao calendário da MotoGP depois de drásticas melhorias na segurança em 2000.

Le Mans é uma pista apertada dominada por curvas de 1ª marcha que exige frenagens tardias e fortes acelerações, sendo a tração traseira também muito importante. Com capacidade para 100.000 espectadores, o Circuito Bugatti é também palco da corrida de 24 Horas de Caminhões, o Campeonato FIA F3000, Campeonato Francês de Turismo e corridas de GT.