Foto: Moara Sacilotti

Mulheres ocupam espaço no 11º Rally dos Amigos

Foto: Moara Sacilotti

Foto: Moara Sacilotti

Quatro delas estarão na largada deste sábado em fazendas da cidade de Itatinga. Elas garantem ter vencido o preconceito e são competitivas.

Quem pensa que o Rally dos Amigos, que acontece neste sábado em Itatinga, na região de Avaré, é repleto de homens com seus macacões suados e sujos de poeira, não está errado. A grande maioria dos pilotos e navegadores é mesmo do sexo masculino, mas existe uma pequena e bela parcela de mulheres que briga por espaço nesse Clube do Bolinha do off road brasileiro. Uma delas é Moara Sacilotti, que em 1998 se tornou a primeira mulher a subir numa moto para disputar o Rally Internacional dos Sertões, e que no Rally dos Amigos pilotará uma Yamaha.

“Eu já corri o Sertões nove vezes e fui a primeira a correr essa prova de moto, isso há dez anos. Participei de quase todas as edições do Rally dos Amigos. É uma prova que gosto muito, pois fecha a temporada num clima bacana, ao mesmo tempo em que a especial é muito prazerosa de se pilotar”, disse Moara.

Outra envolvida diretamente na prova é navegadora Doris Van Hees, que corre na categoria T1 ao lado do marido Willem Van Hees. Ela também leva para o carro o charme e a tradicional preocupação com o visual, mesmo que o capacete esconda boa parte do rosto durante a maior parte do tempo.

Foto: Mariana Veiga Ramalho

Foto: Mariana Veiga Ramalho

“Competir junto com maioria de homens é um grande desafio, pois tenho condição de mostrar que, como mulher, que nunca esquece o batom, também sou competitiva. Esta é minha segunda participação no Rally dos Amigos, mas disputo o Paulista Off Road, Brasileiro de Velocidade, Rally dos Sertões, entre outras provas”, disse Doris, que em 2009 vai acompanhar, do lado de fora do cockpit, a largada do Paris-Dakar que será na Argentina.

Apesar também de também garantir conviver bem com o mundo masculino do rali, Doris afirma que sente olhares preconceituosos quando desconhecidos a vêem usando um macacão e capacete e preparada para correr.

“Sempre tem uns e outros que nos olham meio de lado, mas não me incomodo. Estudo muito, buscando aperfeiçoamento naquilo que faço . Amo o que faço. Então, digo aos homens: esqueçam que sou mulher. Sou somente mais um navegador com sede de vencer”, completou.

Preconceito já acabou

Moara garante que o pior já passou e já se habituou a superar, além dos adversários, o desafio do preconceito, que garante não sentir mais hoje.

“Para mim é normal ser uma das poucas mulheres competindo, pois sempre foi assim. Sei das minhas limitações físicas e treino muito para tentar compensá-las, além da experiência que me ajuda muito. No começo havia um pouco de preconceito, mas hoje tenho muitos amigos nos ralis e eles me respeitam como piloto e como mulher, e fico muito feliz com isso. Lógico que eles sempre brincam uns com os outros e fazem apostas de quem vai ganhar ou perder da Moara, mas isso não chega a ser uma rivalidade, é só na brincadeira mesmo”, completa.

Outra representante feminina é Mariana Veiga Ramalho, que disputa a categoria Quadriciclos 450, e encara a situação de forma bastante competitiva, mas bem humorada.

“Eu me sinto única mesmo! Na minha categoria, Quadriciclo, conheço quase todo mundo. Então sempre é muito gostoso rever os amigos e praticar o esporte que mais gosto. Quanto à maioria dos participantes ser homem, acabo não me importando muito, porque neste esporte a escassez de mulher é enorme. Então todo final de semana, estou cercada por, no mínimo, 15 homens!”, brinca Mariana que em 2006 disputou o Rally dos Amigos, mas abandonou depois de seu quadri quebrar.

Mariana é outra que não liga para os olhares desconfiados, apesar de garantir que todos já se acostumaram com sua presença nas pistas de rali pelo Brasil. Ela diz que as pessoas que não a conhecem estranham a forma como chega vestida para correr:

“Olha, já senti certo preconceito sim. Sobretudo quando chego em uma competição. Sou supervaidosa e sempre chego de vestido, saia, salto alto… Geralmente é difícil os homens acreditarem que eu pratico este esporte onde eles comandam”, se diverte Mariana, que em 2007 conquistou um quarto lugar no Rally de Barretos e, segundo disse, passou a ser tratada como celebridade.

Além de Moara, Doris e Mariana mais uma mulher vai participar do 11º Rally dos Amigos: a experiente Helena Deyama, que disputa a categoria Production Brasil e já participou de várias edições do Rally Internacional dos Sertões.

Classificação do Brasileiro de Cross Country

Classificação geral
1- Jean Azevedo/Youssef Haddad, 70 pontos
2- Maurício Neves/Clécio Maestreli, 66
3- Felipe Bibas/Emerson Cavassim, 56

Categoria T1 FIA
1- Jean Azevedo/Youssef Haddad, 76 pontos
2- Maurício Neves/Clécio Maestreli, 75
3- Felipe Bibas/Emerson Cavassim e Adriano Leão/Rodrigo Costa, 56

Categoria T2 FIA
1- Marcelo Carqueijo/Roberlena Moraes, 79 pontos
2- Pietro Barbanera/Glauber Fontoura, 60
3- Luiz Facco/Walace Von Schimidt, 29

Categoria Production Brasil
1- Reinaldo Varela/ Marcos Macedo, 81 pontos
2- Hugo Rodrigues/Kaique Bentivoglio, 68
3- Julio Bonache/Humberto Ribeiro, 64

Categoria Caminhões
1- Amable Barsa/Edu Sachs/Rafael Betoni, 82 pontos
2- Guido Salvini Neto/Weider Moreira/Fernando Chwaigert, 65
3- R. Campos/J. Paniago, 13

Programação do 11º Rally dos Amigos

5/12 – Sexta-feira
15h – 20h30 – Secretaria de Prova (credenciamento e retirada dos adesivos)
16h – 20h30 – Vistoria CBM – Motos e Quadriciclos
16h – 19h – Vistoria CBA – Carros e Caminhões

6/12 – Sábado
7h – 8h30 – Secretaria de Prova (credenciamento e retirada dos adesivos)
7h – 8h – Vistoria CBM – Motos e Quadriciclos
8h – Briefing – Motos e Quadriciclos
8h01 – 8h30 – Vistoria CBM – Motos e Quadriciclos (com multa)

7h30 – 8h30 – Vistoria CBA – Carros e Caminhões
9h – Briefing – Carros e Caminhões
10h – Vistoria CBA – Carros e Caminhões (com multa)

Previsão de Largada – Motos e Quadriciclos
9h – Largada de Itatinga
9h30 – Largada da Especial
Previsão de Chegada: a partir das 12h30

Previsão de Largada – Carros e Caminhões
12h15 – Largada de Itatinga
12h45 – Largada da Especial
Previsão de Chegada: a partir das 15h30

Premiação
16h – Motos e Quadriciclos
18h – Carros e Caminhões

O Rally dos Amigos é organizado pela Dunas Race, empresa também responsável pelo Rally Internacional dos Sertões, uma das maiores provas off road do mundo, e pelo Campeonato Dunas Supercross, válido pelo brasileiro da modalidade. O patrocínio é de Honda e Ipiranga e os apoios são de Bunnet, Prefeitura de Itatinga, Fazenda Suzano e Fazenda Eucatex, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).