Não parece, mas todos os componentes do design mudaram

Nova BMW S 1000 RR chega por R$75.900,00

A BMW anunciou hoje, 26/1, a chegada ao mercado da sua superesportiva S 1000 RR, já mostrada antes neste espaço. Referência no segmento desde o lançamento em 2009, esta nova versão incorpora ainda mais recursos e a BMW não esconde seu objetivo de torná-la não só a mais rápida do mundo, mas também a mais versátil. A nova BMW S 1000 RR pode ser encontrada nas concessionárias a partir de fevereiro por R$ 75.900,00 (nas cores: vermelha e preta) e R$ 78.400,00 (tricolor).

Três cores disponíveis, mas a azul é mais cara

Três cores disponíveis, mas a azul é mais cara

Nesta nova geração, a BMW S 1000 RR traz uma visão renovada do seu conceito superesportivo. As linhas agressivas e volumosas dão porte à motocicleta e todos os componentes que forma o design da moto foram redesenhados. A posição de pilotagem permite que o piloto “vista” a motocicleta e o farol dianteiro agora traz um visual mais simétrico, além do novo painel de instrumentos em tela de alta resolução e visual diferenciado.

Mais magra e leve, cada cv do motor leva pouco mais de 1 kg

Mais magra e leve, cada cv do motor leva pouco mais de 1 kg

Entre os opcionais disponibilizados pela marca estão rodas forjadas de alumínio anodizado, na cor preta, que são 2,4 kg mais leves que as originais e propiciam respostas mais rápidas na condução e maior sensibilidade nas respostas do sistema de suspensão. Também estão disponíveis outros acessórios, como partes da carenagem em fibra de carbono, bolsa traseira, para-brisa mais alto e protetores de manetes e motor.

Não parece, mas todos os componentes do design mudaram

Não parece, mas todos os componentes do design mudaram

As novidades da BMW S 1000 RR 2015 não se restringem ao visual. A superesportiva traz um conjunto mecânico reconhecido pelo seu alto desempenho e que agora chega com novos recursos.  Com 199 cv de potência (6 cv a mais que o modelo anterior), este é o superesportivo mais poderoso já produzido pela BMW. O torque também aumentou, chegando a 11,5 Kgf.m a 10.500 rpm. Segundo a BMW, o propulsor agora também entrega a potência mais cedo, a partir das 4.500 rpm, resultado do novo mapeamento da injeção eletrônica, do trabalho do cabeçote e da geometria dos dutos de admissão.

A eletrônica agora está mais completa: desejo de não perder a majestade

A eletrônica agora está mais completa: desejo de não perder a majestade

O sistema de escape também foi modificado para expelir os gases com maior eficiência, o que resulta em um maior aproveitamento da potência disponível. Com o sistema ride-by-wire de aceleração eletrônica, o piloto consegue acionar o acelerador com mais precisão e leveza. O modelo também está 4 kg mais leve, fruto da utilização de novos materiais: são 204 kg em ordem de marcha, quase 1 kg/cv.

A suspensão eletrônica adaptativa (D.D.C.) também recebeu atualizações e tem a capacidade de analisar as condições de aderência do piso, inclinação da moto, entre outros referenciais, para estabelecer diferentes padrões de amortecimento, tornando o conjunto mais rígido ou macio, conforme a utilização.

Na pista ela mostra tudo o que é capaz

Na pista ela mostra tudo o que é capaz

Todos os sistemas funcionam em conjunto e o piloto pode escolher o melhor perfil de comportamento dos dispositivos, por meio dos modos de condução “Rain”, “Sport” e “Race”, de série. Opcionalmente, também está disponível o pacote “Pro”, com dois modos adicionais: “Slick” e “User” (modo personalizado), para ótima adaptação às circunstâncias de uso mais esportivo da motocicleta.

Detalhe do escapamento, que também foi mexido para melhorar o desempenho

Detalhe do escapamento, que também foi mexido para melhorar o desempenho

O shift assistant, já disponível no antigo modelo, também foi melhorado. O novo sistema, “Pro”, agora permite que o piloto suba ou desça marchas sem precisar utilizar a embreagem, tornando a pilotagem ainda mais rápida e segura. Também para apoio ao condutor está disponível o sistema DTC (controle de tração dinâmico), que trabalha os parâmetros de mapeamento de motor, freios e suspensão eletrônica para deixar a pilotagem mais fácil e segura. O pacote “Full”, comercializado no País, conta ainda com manoplas aquecidas, piloto automático e indicador de direção em LED. Confira a galeria e sonhe com a nova BMW S 1000 RR.



Sidney Levy

Motociclista e jornalista, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. É editor de conteúdo do Motonline desde 2009.