Suzuki GSX-R1000 “One Millionth” Special Edition 2013

PRT passa a atuar como equipe oficial da Suzuki no Moto 1000 GP

Suzuki GSX-R1000 “One Millionth” Special Edition 2013

A Suzuki GSX-R1000 será a moto oficial da escuderia Team Suzuki PRT

Presente nos grids das categorias GP 1000 e GP Light do Moto 1000 GP desde sua implantação, em 2011, a Pitico Race Team terá um novo desafio na temporada de 2014. A equipe de São Paulo (SP) será representante oficial da Suzuki na GP 1000, categoria principal do evento que coloca em disputa os títulos do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, condição homologada em fins de 2012 pela Confederação Brasileira de Motociclismo.

José Carlos de Morais, chefe de equipe da Pitico Race, que vai representar a Suzuki no Moto 1000 GP

José Carlos de Morais, chefe de equipe da Pitico Race, que vai representar a Suzuki no Moto 1000 GP

Rebatizada como Team Suzuki PRT, a equipe chefiada pelo preparador José Carlos “Pitico” de Morais terá quatro pilotos compondo o grid da GP 1000. Os paulistas Alan Douglas, Nick Iatauro e Renato Andreghetto e o paranaense Diego Faustino serão os pilotos das Suzuki GSX R1000. “Nunca tinha estado numa condição como essa na motovelocidade, de equipe de fábrica. Podemos dizer que atingimos um outro patamar”, pondera o chefe de equipe.

A parceria da Suzuki Motos do Brasil com a Pitico Race foi intermediada pela concessionária paulistana Nova Suzuki. Em um primeiro momento, ainda em dezembro de 2013, a Motonil Motors chegou a ser anunciada como equipe oficial da fábrica, mas os contatos foram descontinuados e redirecionados. “A condição de equipe oficial é favorável quanto a peças, existe uma valorização, mas nossa responsabilidade também aumenta”, segundo Pitico.

Alan Douglas, campeão da GP 1000 em 2011, disputará sua quarta temporada no Moto 1000 GP pela Pitico Race

Alan Douglas, campeão da GP 1000 em 2011, disputará sua quarta temporada no Moto 1000 GP pela Pitico Race

Alan Douglas foi o primeiro campeão do Moto 1000 GP, em 2011, Em 12 corridas, conduziu a Pitico Race a sete vitórias, dois segundos e dois terceiros lugares – venceria mais duas vezes em 2012. Diego Faustino foi vice-campeão de 2011 com três vitórias, quatro segundos e três terceiros lugares. Depois de um ano afastado, voltou ao campeonato no ano passado, quando conquistou uma vitória e ficou em sexto lugar na pontuação final.

Renato Andreghetto venceu as três primeiras corridas da GP Light em 2012, quando retirou-se das competições após um acidente durante a quarta etapa. Retornou em 2013 para assegurar título da GP Light com seis vitórias em oito corridas, além de um segundo e um quarto lugar. Nick Iatauro foi vice-campeão da GP Light em 2012 com duas vitórias. Em 2013, já pela GP 1000, pontuou em três das seis corridas que disputou e fechou o ano em 15º.

Pitico reconhece que o novo momento implica estipular novas metas. “O objetivo nesse primeiro ano como Team Suzuki PRT é ganhar corrida. Nós não podemos ter a pretensão de disputar o título, vínhamos competindo com outras marcas e agora estamos trabalhando no desenvolvimento da GSX R1000, que tem se mostrado uma boa moto”, aponta. “Fizemos dois treinos em Interlagos e ficou claro que a moto já está além da nossa expectativa inicial”.