Rally Cross Country - Quadriciclos vão invadir o Rally RN 1500

Rally Cross Country – Quadriciclos vão invadir o Rally RN 1500

Rally Cross Country - Quadriciclos vão invadir o Rally RN 1500

Somente o Rio Grande do Norte tem 10 participantes amadores confirmados em casa para 12ª edição

Os quadriciclos têm caído cada vez mais no gosto dos apaixonados por aventura no país. Diversas competições, principalmente rallys, recebem um número elevado de competidores a bordo de quadris nos últimos dois anos. No RN 1500, essas máquinas conquistaram muito espaço e a disputa entre elas tem título específico. A categoria quadriciclos na edição deste ano do rally deve receber número recorde de inscritos. Somente os donos da casa, os potiguares, representam mais de dez confirmações. Em meio aos veteranos e profissionais, uma turma de pilotos amadores potiguares promete chamar a atenção.

Cerca de dez amigos, que adquiriram os veículos há pouco menos de um ano, estréiam em uma prova oficial durante o RN 1500. São profissionais liberais, advogados, comerciantes e engenheiros, como Ivan Costa , por exemplo. Um apaixonado por aventura que resolveu colocar em prática o sonho de participar de uma competição, “nosso grupo é formado por amadores, não vamos ao RN 1500 pensando em títulos, nosso objetivo é curtir a prova, conhecer o que é estar em um rally”, conta. Esse vai ser o maior desafio do grupo, que até agora só participou de dois bajas e uma prova Indoor, além de muitos passeios, “é o que mais fazemos, essa já é nossa grande diversão”, completa Ivan.

Os melhores pilotos do país já confirmaram a presença na prova, que acontece entre os dias 29 de abril e 3 de maio, em uma jornada por quase 1500 quilômetros pelos quatro cantos do Rio Grande do Norte. Competidores do sul e do Sudeste do país são muitos. Eles vêm com um certo favoritismo. Esse não é o caso de Rodrigo Varela, piloto paulista novato nas competições de quadriciclos. Ele vem pela primeira vez ao RN 1500, “vou entrar na prova com calma, meu grande objetivo é completar o rally, chegar tranqüilo ao fim do evento”, explica.

Dos estados vizinhos também chegam pilotos com grandes expectativas de faturar o título entre os quadriciclos deste ano. Tom Rosa, do Ceará, é um deles. O piloto, que compete desde 2005 a bordo de quadris e que tem três participações no RN 1500 no currículo, afirma que vem para a briga pelo primeiro lugar, “estou entrando na disputa em busca do título, é só nele que eu penso”, afirma o 2º colocado do ano passado.