Gregorio Caselani venceu a segunda etapa do Rally dos Sertões - foto: Doni Castilho

Rally dos Sertões 2016: dobradinha Honda na segunda etapa

Sertoes_Cabeca_01

Esta segunda-feira (5) no Rally dos Sertões 2016 foi excelente para a Honda, com a dobradinha dos seus pilotos Gregorio Caselani (5h06min34) e Jean Azevedo (5h09min19) que chegaram a Cavalcante (GO) em primeiro e segundo lugares, respectivamente. Em terceiro chegou o piloto da Yamaha, Ricardo Martins, com 5h10min59.

O piloto Tunico Maciel, que também integra a Equipe Honda, caiu no quilômetro 256 do trecho cronometrado e abandonou a etapa, mas está bem e deve largar nesta terça-feira (dia 6), quando a prova segue em direção a Posse (GO). No acumulado dos dois dias, Jean lidera, Gregorio é o segundo e Ricardo Martins é o terceiro.

Gregorio Caselani venceu a segunda etapa do Rally dos Sertões - foto: Doni Castilho

Gregorio Caselani venceu a segunda etapa do Rally dos Sertões – foto: Doni Castilho

Gregorio Caselani destacou o duelo com o companheiro de equipe Jean Azevedo. “Foi um início de especial muito travado. Os primeiros 80 quilômetros foram só de trilhas. Consegui imprimir um ritmo muito bom, passei o Jean e abri. Mas depois, entre o quilômetros 120 e 150, cometi alguns erros e ele acabou me passando. Na sequência, eu cheguei nele de novo, mas não consegui ultrapassar. Após o abastecimento, a especial tornou-se muito rápida. No quilômetro 250 eu passei por ele e fomos assim até o final”, detalhou o gaúcho.

Jean Azevedo: “Foi uma etapa longa, dura e com um início bastante desgastante. Larguei em primeiro novamente e hoje peguei quatro porteiras fechadas. Mas foi só o segundo dia e tem muita prova para a gente andar”.

Após a segunda etapa, Jean Azevedo lidera com - foto: Victor Eleutério

Finda a segunda etapa, Jean Azevedo lidera com 6 segundos de vantagem sobre Caselani – foto: Victor Eleutério

O piloto Yamaha Ricardo Martins conquistou o terceiro lugar na classe das motos. Com o resultado, o catarinense agora é também terceiro na somatória dos tempos da classificação geral e primeiro da categoria Production Aberta, com 3min29 atrás do líder Jean Azevedo.

“Hoje (segunda-feira) foi um dia típico de Sertões, bem difícil, com muita pedra, rios, dia que exigiu bastante técnica. No início, sofri um pouco de trabalho com a navegação, mas da metade em diante eu coloquei a cabeça no lugar, resolvi deixar estes problemas pra trás, e fui em frente. Deu certo. Cumpri o objetivo de terminar entre os cinco primeiros. Amanhã (terça-feira) tem mais”, comentou Martins.

Ricardo Martins ocupa a terceira posição na classificação geral - foto: Doni Castilho

Ricardo Martins ocupa a terceira posição na classificação geral – foto: Doni Castilho

Quadriciclos e UTVs

O atual campeão, Marcelo Medeiros venceu pelo segundo dia consecutivo nos quadriciclos e Gabriel Varela e Gabriel Morales conquistaram o primeiro lugar entre os UTVs. “A gente veio num ritmo muito forte e o tempo todo na poeira. Ultrapassamos muitos UTVs e quadriciclos. Foi uma etapa muito difícil e prazerosa. Este é o verdadeiro Rally dos Sertões”, afirmou Cristian Baumgart.

Como foi a segunda etapa – 5/9

Padre Bernardo (GO) – Cavalcante (GO)
Deslocamento inicial: 34,27 km
Trecho especial: 374,84 km
Deslocamento final: 9,19 km
Total do dia: 418,3 quilômetros

Descrição: A especial teve início próximo a Mimoso de Goiás e foi uma das mais técnicas e duras de todos os tempos. A largada aconteceu em zona agrícola, com longas retas. A competição seguiu por estradas de fazendas bem estreitas, sinuosas e com muitas lombas e lombadas. A prova continuou por uma região montanhosa, com muitas pedras, lajes e zonas de trial com grandes erosões. A partir daí a prova ficou mais rápida e com todos os tipos de terreno (cascalho, piçarra, pedras grandes e lajes), alternando trechos de média e baixa velocidade. No último quarto da especial a prova ficou bem veloz, seguindo assim até a última descida de serra, próximo a Cavalcante.

Resultado da segunda etapa

Motos
1. Gregório Caselani 05h06min34
2. Jean Azevedo 05h09min19
3. Ricardo Martins 05h10min59
4. Ramon Sacilotti 05h18min28
5. Eduardo Shiga 05h21min49

Quadriciclos
1º Marcelo Medeiros 5h48min31
2º Francinei Costa 5h52min23
3º Diogo Zonato 6h03min03

UTVs
1º Gabriel Varela / Gabriel Morales 5h39min23
2º Rodrigo Varela / Maickon Padilha 5h41min19
3º Henrique Gutierrez / André Munhoz 5h44min10

Acumulado (extra-oficial)

Motos
1º Jean Azevedo 06h48min33
2º Gregório Caselani 06h48min16
3º Ricardo Martins 06h51min33
4º Ramon Sacilotti 06h56min52
5º Zé Hélio 07h06min52

Quadriciclos
1º Marcelo Medeiros 7h35min20
2º Francinei Costa 7h46min43
3º Diogo Zonato 7h55min29

UTVs
1º Gabriel Varela / Gabriel Morales 7h33min33
2º Bruno Sperancini / Breno Rezende 7h36min05
3º Henrique Gutierrez / André Munhoz 7h37min00

Rally dos Sertões 2016 -roteiro completo

Rally dos Sertões 2016 -roteiro completo

Como será a terceira etapa – 6/9

Cavalcante (GO) – Posse (GO)
Deslocamento inicial: 22,95 km
Trecho especial: 376,41 km
Deslocamento final: 244,12 km
Total do dia: 643,48 km

Descrição: Será mais uma especial muito técnica e complicada. No início haverá estradas sinuosas, com muitas erosões e depressões. A prova prossegue por uma região montanhosa, com muitas subidas e descidas fortes e com trechos de trial. A prova se mantém sinuosa por estradas menores e com velocidade média. Mais à frente, prossegue por estradas de alta velocidade. O roteiro alterna trechos de média e alta velocidade, com muita navegação até o último trecho, onde a velocidade aumenta novamente e segue assim até o final. O piso predominante é o de cascalho. Porém, com muitas pedras, estradas de piçarra e pequenos trechos de areia.

Confira como foi a primeira etapa:  clique aqui

Separador_motos

Fonte: VipComm e Imprensa Yamaha



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.