Foto: Gerente comercial da Rinaldi, S‚rgio De Paris, participou da homenagem ao piloto Juner Rockenbach,

Rockenbach recebe homenagem da FGM

Foto: Gerente comercial da Rinaldi, S‚rgio De Paris, participou da homenagem ao piloto Juner Rockenbach,

Foto: Gerente comercial da Rinaldi, S‚rgio De Paris, participou da homenagem ao piloto Juner Rockenbach,

Piloto patrocinado pela Rinaldi foi destaque pelas conquistas em 2007

O bom desempenho nas pistas no ano passado, que rendeu uma s‚rie de vit¢rias e importantes t¡tulos a Juner Rockenbach, continua trazendo frutos ao piloto em 2008. O caxiense, que compete com o apoio da Rinaldi, recebeu uma homenagem da Federa‡Æo Ga£cha de Motociclismo pela conquista do Bicampeonato Brasileiro de Rally, na categoria at‚ 450cc.
A entrega do trof‚u foi na tarde de segunda-feira (11), na sede da entidade, em Bento Gon‡alves. A homenagem foi um importante reconhecimento pelos esfor‡os dedicados ao motociclismo ao longo de todo ano, segundo Rockenbach. “Trabalhamos muito para atingir nossos objetivos, e essa valoriza‡Æo de nossos parceiros ‚ sempre muito gratificante”, diz. Na temporada de 2008, o piloto deve participar da Copa verÆo de motocross e do Regional de Motocross, como prepara‡Æo; do Campeonato Brasileiro de Rally e do Rally Internacional dos Sertäes, etapa do Mundial de Rally que ‚ a maior prova off road das Am‚ricas.

Trajet¢ria de conquistas
O Rally Internacional dos Sertäes 2007 trouxe duplas conquistas – e motivos de comemora‡Æo em dobro -, para o piloto Juner Rockenbach, patrocinado pela Rinaldi. Ele venceu a prova, pelo segundo ano consecutivo, na categoria Brasil at‚ 450 cc e, com a vit¢ria, assegurou antecipadamente o bicampeonato brasileiro de rally. A edi‡Æo de 2007 do Rally dos Sertäes foi uma das mais dif¡ceis da hist¢ria, exigindo muita t‚cnica, prepara‡Æo do piloto e desempenho do equipamento, na opiniÆo dele. Mesmo assim, Rockenbach terminou a competi‡Æo como o ga£cho com a melhor coloca‡Æo: 32ø na classifica‡Æo geral entre os mais de 90 motociclistas participantes. “Essa conquista foi muito expressiva porque eu corri com uma moto de 250 cc, ou seja, competindo com outras mais potentes”, conta.