Solidário, Extende a garantia

Sou solidário com o Paulo Haramina.

É um absurdo o que acontece com as nossas motos. E no caso da Kawasaki o que os responsáveis querem dizer é: A nossa moto não tem aquela qualidade que muitos imaginam, -Controle de Qualidade- não existe e o material empregado na cromagem é de segunda linha.

E o interessante é que o Paulo não mora no litoral. Pois bem, eu moro em Atlântida Sul uma praia do litoral do R.G.do Sul e possuo uma Virago 535, ano 2001.

Bem, quero dizer que a pintura e as partes cromadas estão perfeitas. Somente os acessórios nacionais (Sissy Bar, Suporte de faroletes, pedaleiras) apresentam alguns sinais de oxidação. Anteriormente eu possuia uma Intruder 250, 2001, que foi vendida aqui na praia mesmo.

Ela também não apresenta qualquer sinal de oxidação nas partes cromadas. Então gostaria que a Kawasaki me contestasse sobras as minhas afirmações citadas acima.

Isto nada mais é que fazer, nós brasileiros, de bobos. Ela que proceda assim no Japão, USA ou Europa para ver o que acontece. Gilberto Dalacio Ferreira(67) Osório, RS


Extende a Garantia
A resposta da Kawasaki não está correta e não tem fundamento técnico. Existem processos e tratamentos para o aço carbono usado nas bengalas da moto que evitam o enferrujamento e consequentemente a corrosão do material.
A corrosão prejudica e diminui a resistência mecánica do material, o que pode levar a roturas já que a espessura diminui com a corrosão sofrida.
Existem aparelhos que medem a espessura dos materiais e são os clássicos testes de vasos de pressão onde a corrosão sofrida pelo material diminui a resistência do mesmo às pressões a que será sometido dito recipiente.
Estimo que é obrigação da fábrica providenciar tratamentos específicos que evitem a corrosão de peças e que a garantia para esses casos deve ser extendida a tempo maior do que um ano.
Alguém já se perguntou porque o émbolo do amortecedor dos carros não enferruja tão facilmente? Será que é algum feitiço? Ou é um tratamento (conhecido como cromo duro)com a espessura certa (quantidade de microns depositados nessa camada superficial).

E mais uma coisa, gostaria de saber qual é a moto que não se movimenta na intempérie? Existe uma capa de chuva específica para as motos fabricadas pela Kawasaki, ou devem ser usadas dentro de um ambiente com temperatura, pressão e umidade relativa do ar controlada? As motos Kawasaki devem ser
usadas (unicamente) dentro de casa ou em salões de exposição?
P/S: Procure o CREA, o PROCON, etc. e vai ver como a KAWASAKI troca as peças e extende a garantia!!! Marcelo Machado(45) Indaial, SC