Foto: Leandro Silva, piloto da SX1 do Team Honda no Brasileiro de Supercross

Team Honda domina terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Supercross

Foto: Leandro Silva, piloto da SX1 do Team Honda no Brasileiro de Supercross

Foto: Leandro Silva, piloto da SX1 do Team Honda no Brasileiro de Supercross

O Team Honda dominou a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Supercross, realizada na noite deste sábado em Joinville, Santa Catarina. Na SX1, a principal classe, Antônio Balbi e Leandro Silva cruzaram a linha de chegada praticamente juntos.

O mineiro levou a vitória por 214 milésimos de segundo, tirando a liderança das mãos do companheiro de equipe Leandro. Na SX2, Jean Ramos fez uma corrida perfeita, andou na frente o tempo todo e confirmou a vitória. Com o resultado, o paranaense assume a ponta da categoria, que antes estava com Swian Zanoni.

Balbi largou na frente e fez o holeshot. O piloto abriu vantagem a cada volta, m as errou e sofreu uma queda que o fez perder posições. Leandro aproveitou a chance e foi conduzindo o pelotão. Balbi não desistiu: fez ultrapassagens e logo chegou perto de Leandro, colocando muita pressão. Na última volta, Balbi e Leandro disputaram metro a metro a vitória, para delírio da torcida. O mineiro optou por não saltar na chegada, e acabou levando a melhor. Wellington Garcia, o atual campeão da SX1, ficou em terceiro lugar.

“Eu sabia onde estava o sensor da cronometragem e consegui cumprir o meu objetivo. É muito bom haver uma disputa interna no Team Honda. Eu e o Leandro somos muito amigos, mas quando colocamos o capacete e vamos para a largada que vença o melhor. Vou trabalhar direito e com muita cabeça para manter a liderança, pois quero muito levar esse campeonato”, garantiu Balbi.

Leandro Silva destacou o equilíbrio da competiç ão. “Eu e o Balbi estamos nos revezando a cada etapa e por pouco não venci, mesmo sendo muito atrapalhado pelos retardatários. Vou brigar até a bandeirada final para conquistar o título”, prometeu.

Por outro lado, Jean Ramos teve caminho livre até a vitória. Fez uma ótima largada e não deu chances aos concorrentes. “Comecei muito bem e não tive pressão dos adversários no início da corrida, o que foi fundamental para que eu conseguisse imprimir um ritmo forte e confirmar a vitória”, contou o curitibano.

Dudu Lima fez o quinto lugar, o primeiro pódio do piloto do Team Honda no Brasileiro de Supercross. Já Thales Vilardi não teve a mesma sorte. Estava entre os ponteiros, mas sofreu uma queda e demorou preciosos minutos para fazer a moto pegar novamente. Chegou a voltar para a bateria, mas acabou abandonando após se envolver em um acidente com Gab riel Gentil. “Estou com dores no ombro. Vou fazer todos os exames quando chegar em São Paulo para ver o que realmente aconteceu”, concluiu.

Resultados – 3a Etapa Brasileiro de Supercross – Joinville (SC)
SX1
1 – Antônio Balbi – HONDA CRF 450R
2 – Leandro Silva – HONDA CRF 450R
3 – Wellington Garcia – HONDA CRF 450R
4 – Pipo Castro
5 – João Paulinho “Marronzinho”

SX2
1 – Jean Ramos – HONDA CRF 250R
2 – Rafael Zenni
3 – Lucas Moraes
4 – Swian Zanoni
5 – Dudu Lima – HONDA CRF 250R
8 – Hector Assunção – HONDA CRF 250R
16 – Thales Vilardi – HONDA CRF 250R

Classificação do campeonato após três etapas
SX1
1 – Antônio Balbi – HONDA CRF 450R – 70 pontos2 – Leandro Silva – HONDA CRF 450R – 66
3 – João Paulinho “Marronzinho” – HONDA CRF 450R – 48
4 – Pipo Castro – 37
5 – Kurtt Rocha – 31
6 – Wellington Garcia – HONDA CRF 450R – 28

SX2
1 – Jean Ramos – HONDA CRF 250R – 67 pontos
2 – Swian Zanoni – 65
3 – Rafael Zenni – 42
4 – Rodrigo Selhorst – 36
5 – Dudu Lima – HONDA CRF 250R – 29
8 – Thales Vilardi – HONDA CRF 250R – 22
14 – Hector Assunção – HONDA CRF 250R – 10

O Team Honda tem apoio da Mobil, Pirelli, Showa, ASW, Polisport, Riffel, Consórcio Nacional Honda, Oakley, Orbital, D.I.D., NGK, Master Freios, Pro Taper, Reebok e Griffe Correa.