Foto: Hector Assunção, piloto da categoria Júnior do Team Honda no Arena Cross

Team Honda é grande vencedor do Arena Cross

Foto: Hector Assunção, piloto da categoria Júnior do Team Honda no Arena Cross

Foto: Hector Assunção, piloto da categoria Júnior do Team Honda no Arena Cross

Equipe fatura três títulos na etapa de encerramento do Arena Cross 2009, com Wellington Garcia na categoria Pro e os títulos por Equipes

Itu (SP) – O Team Honda saiu como o grande vencedor do Arena Cross depois do piloto Wellington Garcia faturar o título na categoria Pro, que reúne a elite da modalidade, neste sábado à noite na cidade de Itu (SP). Na penúltima etapa, em São José do Rio Preto (SP), o piloto Hector Assunção já havia conquistado o título por antecipação na categoria Junior. Além disso, a Honda faturou o campeonato e o vice na disputa por equipes, com a Honda/ASW (Wellington Garcia e Swian Zanoni) e a Honda/Pirelli, com Leandro Silva e Jean Ramos.

Na categoria Pro, o goiano Wellington Garcia faturou o campeonato após chegar em nono lugar na primeira bateria. Na segunda corrida, ele sofreu uma queda após se chocar no ar com Gabriel Gentil e não terminou a bateria, mas a soma de pontos já tinha garantido o título a o goiano. As duas provas da Pro foram vencidas por Leandro Silva, da Honda, e Rafael Zenni, respectivamente.

As corridas – Na primeira bateria da Pro, o piloto do Team Honda Leandro Silva fez boa largada e ficou o tempo todo sem ser ameaçado, mas Wellington Garcia levou o título de campeão com um nono lugar. Na segunda bateria, Leandro novamente saiu na dianteira, mas o piloto da casa Rafael Zenni conseguiu a ultrapassagem e ficou com a vitória.

“Tentei ultrapassar na rampa de chegada o Gabriel, mas a moto dele cruzou na minha frente e batemos no ar. Fiquei um pouco zonzo, mas nada grave. Felizmente já estava com o campeonato garantido”, disse Wellington.

Swian Zanoni e Jean Ramos terminaram a bateria em 2º e 3º lugares. “Estava com uma contusão no pé e não pude treinar durante a semana, o que me atrapalhou um pouco. Com isso eu cansei no final, mas consegui segurar a segunda posição. Graças a Deus, à equipe e à minha família, consegui esse excelente resultado”, afirmou Zanoni. Jean Ramos também comemorou bastante a terceira posição. “Nessa bateria fiz uma boa prova, mesmo me recuperando de uma fratura. Acho que faltou um pouco de preparação, mas mesmo assim garantimos o vice-campeonato”.

Pela Junior, Hector Assunção largou bem e assumiu a ponta já na primeira volta. “Quando vi que estava na frente, percebi que poderia conquistar mais uma vitória para fechar com chave de ouro esse campeonato. Como eu já não tinha mais pressão nenhuma porque fui campeão na etapa passada, consegui correr tranqüilo e me divertir na pista”, afirmou o paulista.

Na categoria 85cc, o piloto da Equipe Honda Everald o Lima conseguiu pular na frente, seguido por Cezar Zamboni, ambos da Equipe Honda. Na metade da prova, o paranaense Endrews Armstrong se recuperou e conseguiu assumir a ponta e faturar o campeonato. Everaldo terminou em 6º e Zamboni foi o 9º colocado.

Excelente temporada – O Team Honda tem muito o que comemorar em 2009. No Campeonato Brasileiro de Motocross, Wellington Garcia garantiu por antecipação os títulos nas categorias Mx1 e Mx2 e Rodrigo Rodrigues ganhou o campeonato na Junior. Ainda no off-road, José Hélio foi campeão do Rally Internacional dos Sertões com uma Honda CRF 450X e Dário Junior levou o título no Campeonato Brasileiro de Enduro. No início do ano, em janeiro, José Hélio foi o melhor piloto das Américas do Rally Dakar, no Chile e Argentina.

Wilson Yasuda, gerente de competições da Honda, afirmou que foi um dos melhores anos para a equipe. “O balanço é muito positivo. O trabalho foi feito de forma diferente para que pudéssemos alcançar esses resultados e fico muito feliz pelas muitas conquistas da equipe, além do excelente desempenho dos equipamentos e dos pilotos. No Arena Cross, conseguimos vencer a competição por equipes e o título da Junior antecipadamente com o Hector Assunção e, com o Wellington Garcia, o título na Pro. Até tentamos poupar o Wellington para a segunda bateria, mas mesmo não estando 100%, o piloto quis correr. Felizmente o susto foi pequeno”.

Yasuda ainda lembrou do garoto Eduardo Rudnick, que passa por tratamento quimioterápico contra um linfoma. “Nessas conquistas somos um time, um time unido em espírito de competição e de amizade. Por isso faço questão de dedicar esses títulos ao Eduardo Rudnick, que passa por essa situação difícil. Tivemos muitas dificuldades esse ano, mas os res ultados foram muito melhores”.

Resultados – Categoria 85cc
1 – Endrews Armstrong
2 – Kaio Miranda
3 – Anderson Amaral
4 – Matheus Corguinha
5 – Thiago Formehl

Categoria Júnior
1 – Hector Assunção
2 – Eduardo Lima
3 – Humberto Martins
4 – Gustavo Takahashi
5 – Rodrigo Lama

Categoria Pro – Bateria 1
1 – Leandro Silva
2 – Jean Ramos
3 – Swian Zanoni
4 – Rafael Zenni
5 – Roosevelt Assunção

Bateria 2
1 – Rafael Zenni
2 – Swian Zanoni
3 – Jean Ramos
4 – Leandro Silva
5 – Pipo Castro

Classificação do campeonato
Categoria Pro
1 – Wellington Garcia – 179
2 – Jean Ramos – 167
3 – Swian Zanoni – 158
4 – Pipo Castro -152
5 – Leandro Silva – 141

85cc
1 – Endrews Armstrong – 108
2 – Everaldo Lima – 104
3 – Matheus Corguin – 91
4 – Cezar Zamboni – 85
5 – Kaio Miranda – 83

Junior
1 – Hector Assunção – 128
2 – Gustavo Takahashi – 98
3 – Gabriel Gentil – 97
4 – Rodrigo Rodrigues – 84
5 – João Paulo Feltz – 69

Ranking geral por equipes
1 – Honda/ASW (Wellington Garcia/Swian Zanoni) 337
2 – Honda/Pire lli (Leandro Siva/Jean Ramos) 324
3 – Suzuki/Petrobras (Roosevelt Assunção/Rafael Zenni) 275
4 – Honda/Mobil (Marcelo Lima/Thales Vilardi) 246
5 – 2B Racing (Pipo Castro/Mariana Balbi) 166
6 – KTM/Red Nose (Douglas Parise/Rafael Faria) 137
7 – Pro-Terra Racing Team (Uyran Carlos/Heinz Crispim) 49

O Team Honda tem apoio da Mobil, Pirelli, Showa, ASW, Polisport, Riffel, Oakley, Orbital, D.I.D., NGK, Master Freios, Pro Taper, Reebok, Griffe Correa, Yoshimura e Mega Energy.