Thales Vilardi corre em busca de títulos antecipados no Campeonato Brasil Nordeste de Motocross

Outro piloto do Team Honda, Rodrigo “Lama” é o principal adversário do paulista na competição regional

A luta pelo título do Campeonato Brasil Nordeste de Motocross está acirrada dentro do Team Honda. A quarta etapa do evento será realizada na cidade de Canindé do São Francisco, em Sergipe, neste final de semana. Atual líder invicto das categorias MX1 e MX2, o paulista Thales Vilardi pode conquistar os dois títulos de forma antecipada. Porém, o companheiro de equipe Rodrigo “Lama” corre em casa e não vai poupar esforços para manter vivas as chances de ser campeão.

Os treinos livres e cronometrados estão marcados para este sábado, sendo que as baterias fazem a alegria das arquibancadas a partir das 11h30 de domingo. Cada ingresso pode ser trocado por um quilo de alimento não perecível e o material arrecadado será doado ao Fundo Social do município. A última e decisiva etapa se rá realizada nos dias 8 e 9 de novembro em Maceió (AL).

Para já garantir a taça da MX1 com a motocicleta Honda CRF450R, Thales, que soma 75 pontos, precisa cruzar a linha de chegada na frente de Rodrigo “Lama”, que tem 51. A situação é mais complicada na MX2, já que Thales tem que vencer a prova e torcer para que o companheiro do Team Honda fique, no máximo, na quarta colocação. Nesta classe, cuja moto utilizada é a Honda CRF 250R, o paulista possui 75 pontos e Rodrigo “Lama”, 60.

“Espero continuar invicto e conquistar os títulos. Certamente largar bem será fundamental”, disse Thales Vilardi, atual campeão brasileiro de motocross da MXJr. Mesmo sendo muito amigo do paulista, o sergipano Lama promete não facilitar. “Estou treinando bastante e ainda acredito em vencer o campeonato, principalmente o da MX2″, afirmou o vencedor da classe 85cc no Brasileiro de Motocross 2008.

Público fiel – A principal marca do Brasil Nordeste é a presença maciça do público, que vibra a cada manobra dos pilotos. Lama terá, inclusive, torcida organizada. “Está saindo um ônibus de Aracaju só para me apoiar”, disse o jovem competidor.

Thales também conquista novos admiradores a cada corrida. “Tenho mais torcida no Nordeste do que em São Paulo. Eu corro há cinco anos lá e o público dá ainda mais valor por sermos campeões brasileiros de 2008″, complementou o piloto. “Este é o primeiro ano do Campeonato Brasil Nordeste, e o nível da competição e das pistas está muito bom”, concluiu Thales.

O Team Honda tem apoio da Mobil, Pirelli, Showa, ASW, Polisport, Riffel, Consórcio Nacional Honda, Oakley, Orbital, D.I.D., NGK, Maste r Freios, Pro Taper, Reebok e Griffe Correa.