Trilhão -  para Natividade da Serra

Trilhão – para Natividade da Serra

Trilhão -  para Natividade da Serra

Vejam o – di rio de bordo – da £ltima aventura do pessoal da Adrenatrilha

Ap¢s pouco mais de seis meses organizando competi‡äes e confraterniza‡äes entre pilotos, eu FabiÆo da Adrenatrilha Trail Clube, resolvi que tamb‚m precisava fazer uma trilha para me divertir um pouco com meus amigos. Foi entÆo que resolvi convidar o piloto e preparador de motocicletas, Marcio Di Paolo, respons vel pela manuten‡Æo da minha moto e de muitos pilotos, para bolarmos algo que fosse interessante e que desse para todos os nossos amigos participarem.

Come‡amos a preparar um passeio, que a principio seria um bate e volta para Caraguatatuba. Chamamos apenas alguns pilotos que trabalham nas provas da Adrenatrilha, estes chamaram outros e quando vimos est vamos com uma lista de mais de 30 nomes para participar do TrilhÆo.

A adesÆo inesperada fez com que mud ssemos o destino, fazendo um passeio maior, j  que t¡nhamos um grande grupo. Decidimos fazer um bate e volta at‚ o Hotel Fazenda Santa Rita, em Natividade da Serra, no domingo dia 24 de junho. O local, sem coment rios, conhecido pela maioria dos adeptos a modalidades off road por estar localizado em local estrat‚gico, com diversas op‡äes de lazer e infra-estrutura para nos divertir com tranqilidade e seguran‡a.

Trilhão -  para Natividade da SerraAntes mesmo de falar com o pessoal da lista, o Marcio sugeriu come‡ar o passeio no s bado dia 23 e voltar no domingo a tarde, assim poder¡amos aproveitar mais o hotel e o passeio. Conversei com a galera e todos adoraram a id‚ia, o que confirmou nossa grande viagem.

Marcamos para sair …s 12h de Mau , mas sa¡mos as 12h20 devido a um pequeno atraso do camarada Juliano (sem coment rios heim!). Partimos rumo a oficina do Marcio em RibeirÆo Pires, onde outro grupo nos aguardava. Sa¡mos de RibeirÆo …s 13h, ap¢s tirarmos as tradicionais fotografias e nos cumprimentarmos. O destino? Pindorama, pr¢ximo de Taia‡upeba onde mais um grupo juntar-se-ia ao nosso.

Mas tinha novato naquele grupo heim ?! Quando chegamos l  os caras ainda estavam se trocando, e um detalhe, estavam tirando as etiquetas das roupas pois ainda nÆo tinham usado nenhuma vez. At‚ as motos eram novas.

Sa¡mos de Pindorama …s 14h20, pois al‚m de esperar os novatos, o pneu de uma Lander furou e tivemos que fazer os reparos. Foi tudo trocado rapidinho e seguimos em frente, passando por Taia‡upeba, cruzamos a Mogi Bertioga em Biritiba Ussu, seguimos por Manoel Ferreira e pelas trilhas que seguem o Rio SertÆozinho, j  em Biritiba Mirim.

Saindo da Estrada de Casa Grande outro pneu furado. Agora de uma CRF 230, paramos todos na Sabesp para trocar a cƒmara de ar. Todos ajudaram, mas com a experiˆncia do Marcio em apoio em rally nem precisamos por a mÆo no pneu, o µlvaro tinha levado um compressor port til que foi alvo de goza‡Æo, teve gente que gritou que ele era descart vel, inclusive o pr¢prio dono brincou que era s¢ para uma enchida. Talvez seria melhor nÆo ter dito nada, quando estava terminando de encher o pneu o compressor estourou. Mas deu para resolver nosso problema e seguirmos em frente com a nossa viagem rumo a represa de Ponte Nova, onde um visual incr¡vel nos esperava. Passamos pelo aterrado e chegamos a Sales¢polis onde outro pneu furado nos fez parar. Lembram aquela Lander de Pindorama? , foi ela novamente! Como est vamos sem compressor descart vel, ela rodou com o pneu vazio e acabou estragando o pneu, mas como o ponto de encontro com o carro de apoio era perto dali, e haviam pneus reserva, resolvemos o problema e todos aproveitaram para abastecer. Como quem estava no apoio era o irmÆo do M rcio, o Andr‚ Di Paolo, tamb‚m mecƒnico, imaginem se foi r pido resolver isso?

Hum, mas j  eram quase 17h, entÆo apresamos a sa¡da e fomos embora pegando um trecho da SP-88 e entramos na estrada do Ros rio sentido Paraibuna. Antes de Pousinho Alto tivemos um pequeno acidente, onde um piloto caiu e sua moto acabou sendo danificada impedindo que trafegasse, por sorte o piloto nÆo se machucou.

Como j  era tarde, enquanto o Marcio ficou arrumando a moto eu levei o resto do pessoal para o Hotel, que j  estava perto. Cheguei com o 1§ grupo no hotel …s 22h20 e fomos direto jantar. Esperamos um tempÆo e nenhum sinal do outro grupo, quando eu estava me preparando para sair eles chegaram e deram a noticia da parte chata do passeio. Ap¢s o Marcio arrumar a moto sa¡ram todos juntos e devagar, pois era noite e j  t¡nhamos rodado mais de 200 km, quando eles passaram Pouso Altinho o piloto Felipe Limonta perdeu a frente da moto escorregou e caiu de mal jeito, torcendo o tornozelo direito. Ele ainda foi andando com a moto at‚ o hotel, onde os m‚dicos Dr. Oronzo e o Dr. Renato examinaram e constataram uma fratura. Como eles tinham levado todo tipo de material que poder¡amos usar, imediatamente fizeram a imobiliza‡Æo, amenizando a situa‡Æo do piloto, que agora ter  que fazer repouso.

Todos est vamos cansados e com sono, nÆo demorou muito e o hotel j  estava um silencio s¢, ainda mais que o combinado era acordar cedo para fazermos as trilhas da fazenda do hotel e entÆo voltar para casa.

As 7h usei minha DR 400 como despertador, mas nem precisei acelerar muito e o pessoal come‡ou a aparecer para apreciar o local que ‚ muito bonito e tem muitas trilhas boas de se andar.

Foi nessa volta que um piloto da Adrenatrilha (nÆo vou falar que foi o Juca) nÆo conseguiu subir um morrinho e voltou para o Hotel falando que a moto queimou a embreagem e que nÆo daria mais para voltar rodando. Chegamos no hotel e ele j  tinha at‚ colocado a moto dele na carreta entÆo perguntamos se nÆo ir¡amos tentar arrumar, pois a volta seria mais legal, pois a parte mais bonita do passeio seria feita de dia. EntÆo o anjo Marcio desceu a moto da carreta e deu uma regulada na embreagem, que parecia estar boa e saiu empinando com a moto. NÆo tinha problema nenhum na moto, ele que queria voltar de carro! Mas nÆo deu certo n‚ Juquinha? Estragamos seu plano heim!

Sa¡mos do hotel …s 10h como combinado, passamos em Pouso Alto para abastecer e demos a partida no percurso de volta ao meio dia do domingo. Que visual lindo, o c‚u azul limpinho, andamos margeando as montanhas e represas rumo a Sales¢polis onde encontramos o carro de apoio.

Quando chegamos a Biritiba Mirim, uma garoa fina come‡ou a cair nos obrigando a acelerar um pouco mais para chegarmos em Pindorama onde deixamos os novatos felizes da vida. De l  o grupo se dividiu ao chegarmos na oficina do Marcio.

Chegamos de volta a Mau  …s 18h30, ap¢s percorrer 493 km com 90% de estradas de terra em 15h, (8 horas para ir e 7 horas para voltar).
Assim terminou nosso grande passeio.

Quem quiser conhecer o Hotel Santa Rita entre no www.fazendahotelsantarita.com.br.

Um grande abra‡o a todos que nos acompanharam nesse passeio que tamb‚m serviu para mais uma confraterniza‡Æo da fam¡lia off road.

Vejam algumas das fotos que tiramos no www.adrenatrilha.com.br nÆo foram muitas pois nÆo dava para parar muito.