Ramon Sacilotti fará sua 6ª participação do Rally dos Sertões

Últimas do Sertões – 20/08

MOTOCICLISTA DE CORPO E ALMA NUNCA DEIXA UM IRMÃO EM APUROS
Mesmo que estejam competindo pelo mesmo objetivo

Ramon Sacilotti fará sua 6ª participação do Rally dos Sertões

Ramon Sacilotti; lição de solidariedade hoje no Sertões

Uma grande prova disso foi o que aconteceu hoje no  Sertões: Um rali é feito de vários fatores, como máquina, exigência física e psicológica. Mas existe outro ingrediente tão valioso, a solidariedade. A segunda etapa do Rally do Sertões, que aconteceu nesta segunda-feira entre Barreirinhas e Bacabal, no Maranhão, mostrou o sentimento de companheirismo que reina entre os competidores.

Ao largar na manhã de hoje, o piloto Jean Azevedo, da Equipe Avante, notou que seu GPS, aparelho de navegação via satélite, estava apagado, justamente num dia em que seria extremamente necessário. Sem ele, seria impossível encontrar os pontos predeterminados no percurso.

Ao parar no meio da especial ele chamou a atenção de outro piloto de moto, seu conterrâneo Ramon Sacilotti, que ofereceu ajuda. Dessa forma, Jean foi guiado por Ramon durante toda a etapa. “Devo o dia de hoje para o Ramon”, agradeceu.

Jean Azevedo terminou a segunda etapa na quinta colocação e permanece na sétima posição na classificação geral acumulada das motos.
Fonte:  BrasilDakar – Foto: Rodrigo Borella

 

NAHAS E NUNO CONTAM COMO ESCAPARAM DO UTV EM CHAMAS
Apesar do susto e a decepção, ambos estão bem

Ele e Nuno Fojo mal haviam começado a especial da primeira etapa quando o veículo que pilotavam entrou em chamas. Com o carro ainda em movimento, Nahas percebeu que algo estava errado e avisou seu companheiro.

Grade frustração, a prova acabar o início da primeira etapa

Grande frustração, a prova acabar o início da primeira etapa

O piloto rapidamente retirou o cinto de segurança e se jogou pela porta, enquanto Nuno voava pelo para-brisa. Após saírem do veículo, a dupla pegou dois extintores e esvaziaram tudo no UTV, mas só conseguiram diminuir a chama por menos de um minuto. O veículo foi totalmente consumido pelo fogo, restando apenas a carcaça tubular e restos do motor.

Causas: Segundo o piloto, que preparou o próprio veículo, o início do incêndio foi no tanque de combustível, porque começou embaixo dos bancos. “O tanque do UTV original é extremamente seguro, mas como a autonomia no rali precisa ser maior, nós trouxemos um tanque da Europa”, contou o piloto.
Fonte: Pedro Sibahi/Divulgação Sertóes – Foto: Marcelo Maragni/Fotoarena

 

A PROVA CONTINUA QUENTE, LITERALMENTE, PARA OS UTVs
Mais um incêndio em UTV registrado hoje

Os veículos largaram após os quadris, e mais um incêndio aconteceu durante a prova. O carro de Carlinhos Ambrósio e Dionízio Silva Neto pegou fogo e a equipe técnica precisou controlar a situação. Ambos passam bem.
Fonte: Divulgação Sertões

 

RESULTADOS DO DIA E ACUMULADO

Fonte: Divulgação Sertões