160320_zanolcampea

Zanol Team Rinaldi ASW Honda vence 1ª da Copa EFX por equipes

A abertura da Copa EFX 2016 aconteceu em Itupeva, SP, neste domingo. A tradicional prova realizada no Shopping Serrazul e adjacências é conhecida pela grande maioria dos pilotos, e por isso mesmo exigiu criatividade dos organizadores para oferecerem um trajeto inédito para as especiais.

160320_zanolcampea

Zanol Team Rinaldi ASW Honda vence por equipes na abertura da Copa EFX 2016 Crédito: Mauricio Arruda / Zanol Team Rinaldi ASW

Os pilotos do Zanol Team Rinaldi ASW tiveram um bom desempenho no geral, mas ainda não atingiram o nível esperado e os resultados almejados. Na principal categoria, a Elite, e na classificação Geral, o melhor piloto foi Rômulo Bottrel na segunda colocação. Em terceiro geral e vencedor da E1 ficou Bruno Martins, que começa a conseguir resultados expressivos após sua mudança de categoria. Em 6º na geral e terceiro na Elite aparece Julio Cesar, ainda apresentando desempenho abaixo do que ele mesmo traçou para a temporada. Ele e Rômulo ainda estão pagando o preço das lesões de 2015. Vinicius Musa começou a EFX conquistando a 3ª colocação da EJunior e 9º na geral. Ele também pretendia estar mais perto dos líderes, mas era dúvida antes da prova e chegou a ir ao hospital checar suas condições. Uma lesão nas costas era o problema, e não suspeita de Dengue como divulgamos.

Vinicius correu na base do sacrifício e ainda assim conseguiu acumular pontos preciosos para o restante da temporada. Wanderson Andrade, foi o segundo na E4 (Nacional)e 14º na geral. Também não ficou satisfeito pois queria o lugar mais alto do pódio. Tunico Miranda foi o segundo melhor piloto da categoria E2 dentro das especiais, mas uma penalização de 18 minutos do CH de chegada o colocou em oitavo na categoria e 103º na geral, longe de sua real colocação. Na classificação por equipes, as duas formações do Zanol Team Rinaldi ASW Honda ficaram em 1º (Rômulo Bottrel, Bruno Martins e Julio Cesar) e 5º (Vinicius Musa, Wanderson Andrade e Tunico Miranda). Felipe Zanol, chefe da equipe, afirmou após a prova: – “Ainda não estamos satisfeitos. Sei que meus pilotos podem mais.”

Felipe Zanol, chefe da equipe: “Não foi um final de semana bom para nós, apesar de alguns resultados importantes, como a vitória por equipes, por exemplo. O bom resultado do dia foi o terceiro lugar na Geral do Bruno Martins, que venceu também na E1. Ainda precisa evoluir para diminuir a diferença de tempo para os líderes, mas está caminhando bem. Os resultados do Rômulo e do Julio ainda não são o que todos queremos, nem nós, nem eles, mas estamos trabalhando. O Vinicius, que era dúvida, acabou competindo no sacrifício e conseguiu marcar pontos importantes para o campeonato com o 3º lugar. Achei que a ida ao hospital era por conta de uma suspeita da Dengue, mas foi mesmo a dor nas costas. Ele se sacrificou, correu com inteligência e conseguiu um bom resultado. O Wanderson começou vencendo a primeira especial na E4, mas depois não conseguiu manter um ritmo forte suficiente. O segundo lugar não é ruim, mas também não é nosso objetivo, nem o dele. O Tunico, que fez uma boa prova o dia todo, disputando a liderança da E2, cometeu um erro típico de quem ainda está se acostumando com a modalidade. Não passou no ultimo CH (Controle Horario) no prazo e acabou sendo penalizado com 18 minutos acrescidos ao seu tempo. Uma pena, pois teria sido segundo. O Michel Cechet, que não disputa a EFX este ano, participou de uma prova estadual de Cross Country e mais uma vez foi bem. Ele está focado na categoria E35 do Brasileiro onde lidera com duas vitórias na primeira etapa. É visível para nós que não estamos ainda no nível que pretendíamos para este início de ano. A resposta: Trabalho, trabalho e trabalho… é o que temos pela frente até nosso próximo compromisso.”

Rômulo Bottrel, piloto Zanol Team Rinaldi ASW Honda, Elite: “Ainda não estou no ritmo que preciso. Não fiz uma boa prova neste domingo e por isso preciso retomar meus treinamentos e continuar a preparação para voltar a ser rápido como era antes da lesão. O segundo lugar não é onde quero estar.”

Julio Cesar, piloto Zanol Team Rinaldi ASW Honda, Elite: “Não fiz uma prova como queria. Acabei levando um tombo que me custou a luta pela vitória. Ainda consegui me recuperar para terminar em terceiro na classe, mas também não é onde quero estar. Seguimos trabalhando forte para a próxima prova, a segunda do Brasileiro.”

Vinicius Musa, piloto Zanol Team Rinaldi ASW Honda, EJunior: “Fiz uma prova na base do sacrifício e acho que ter conquistado o terceiro lugar foi muito bom. Estava com uma lombalgia e só consegui vir para a prova na ultima hora. Mesmo sem ter reconhecido as especiais e tendo me poupado durante o dia todo, consegui garantir o pódio. Estou satisfeito!”

Bruno Martins, piloto Zanol Team Rinaldi ASW Honda, E1: “Preciso antes de falar de mim, queria dar os parabéns aos organizadores pela prova. Treinei muito para esta prova. Gosto do lugar, do tipo de terreno e as especiais estavam muito bem feitas. Consegui vencer a minha categoria e ainda fiz um terceiro na Geral, perto dos líderes. Para mim foi nota 10. Focar nos treinos para chegar cada vez mais próximo dos cabeças.”

Tunico Miranda, piloto Zanol Team Rinaldi ASW Honda, E2: “Fiz uma boa prova ontem. Cometi alguns erros no início, mas consegui me recuperar para terminar o dia 19 segundos atrás do vencedor, o Cauê. Mas, cometi um erro no final ao não passar pelo controle horário, o CH. No Campeonato Mineiro é de um jeito, no Brasileiro foi outro e acabei me confundindo. Tomei 18 minutos de penalização o que me custou muito caro. Só me resta aprender com o erro e partir para a próxima.”
Resultados Copa EFX

Categoria Elite
1 – Bruno Crivilin – 27 pontos
2 – Rômulo Bottrel, Zanol Team Rinaldi ASW Honda – 24 pontos
3 – Julio Cesar, Zanol Team Rinaldi ASW Honda – 22 pontos

Categoria Junior
1 – Tunico Maciel – 27 pontos
2 – Vinicius Calafati Ribeiro – 24 pontos
3 – Vinicius Musa, Zanol Team Rinaldi ASW Honda – 22 pontos

Categoria E1
1 – Bruno Martins, Zanol Team Rinaldi ASW Honda – 27 pontos
2 – Júlio César Zavatti – 24 pontos
3 – Renan Bueno da Silva Filho – 22 pontos

Categoria E2
1 – Cauê Paulini Aguiar– 27 pontos
2 – Luciano de Menezes – 24 pontos
3 – Alexandre B. Pejon – 22 pontos
8 – Antonio de Miranda Junior, Zanol Team Rinaldi ASW Honda – 15 pontos

Categoria E4 (Nacional)
1 – Victor Camargo Miranda– 27 pontos
2 – Wanderson Andrade, Zanol Team Rinaldi ASW Honda – 24 pontos
3 – Yuri Miranda Pereira – 22 pontos

Classificação Geral
1 – Bruno Crivilin
2 – Rômulo Bottrel, Zanol Team Rinaldi ASW Honda
3 – Bruno Martins, Zanol Team Rinaldi ASW Honda
6 – Julio Cesar, Zanol Team Rinaldi ASW Honda
9 – Vinicius Musa, Zanol Team Rinaldi ASW Honda
14 – Wanderson Andrade, Zanol Team Rinaldi ASW Honda
103 – Antonio de Miranda Junior, Zanol Team Rinaldi ASW Honda

 
Próximos compromissos Zanol Team Rinaldi ASW Honda
Campeonato Brasileiro de Enduro FIM
10/04 – 2ª etapa – Patrocínio – MG
29/05 – 3ª etapa – Biguaçu – SC
26/06 – 4ª etapa – Aracruz – ES
21/08 -5ª etapa – Nova Lima – MG
25/09 – 6ª etapa – a definir

Copa Brasil EFX
01/05 – 2ª Etapa EFX Brasil – Arujá
19/06 – 3ª Etapa EFX Brasil – Três Corações
07/08 – 4ª Etapa EFX Brasil – Caraguatatuba
23/10 – 5ª Etapa EFX Brasil – Biritiba Mirim