Adam Raga durante manobra trial

Adam Raga é vice-campeão mundial de trial

O GP da Inglaterra, em Penrith, encerrou neste domingo a temporada do Campeonato Mundial de Trial Natural. Com o título já decidido em favor de Toni Bou, as atenções se voltaram à disputa pelo vice-campeonato entre três candidatos: Jeroni Fajardo, Albert Cabestany e Adam Raga. O piloto da Gas Gas desembarcou em solo britânico em quarto lugar e, a princípio, era quem estava na situação mais difícil. Porém, no final da etapa foi Raga quem comemorou o segundo lugar do Mundial.

Adam Raga durante manobra trial

Adam Raga durante manobra trial

A chuva constante marcou presença e fez com que os pilotos somassem mais pontos em penalizações do que o habitual. Bou e Takahisa Fujinami conquistaram as primeiras posições no final da primeira etapa, e uma extraordinária segunda volta, na qual somou 17 pontos, deu o terceiro lugar a Raga, seguido por Fajardo, em quarto.

A pressão ficou ainda maior para a segunda etapa, que exigiu o máximo dos pilotos. Na primeira volta, Raga e Fajardo estiveram separados por quatro pontos, o que tornou qualquer erro extremamente decisivo. O piloto Gas Gas fez uma segunda passagem quase perfeita, com apenas seis pontos, assim como Bou, que venceu novamente. Desta forma, Raga confirmou o vice-campeonato por apenas um ponto de vantagem sobre Fajardo, reeditando a performance do ano passado no Mundial de Trial.