Adam Chatfield leva o título de campeão na MX Pró do Arena Cross 2012

Arena Cross: conheça os campeões de 2012

A etapa final inédita em Goiânia, realizada neste sábado (08) na área externa de eventos do Shopping Flamboyant, foi marcada por altas temperaturas dentro e fora da pista, arquibancadas lotadas e principalmente por revelar os campeões da 14ª edição do campeonato.

Adam Chatfield leva o título de campeão na MX Pró do Arena Cross 2012

Adam Chatfield leva o título de campeão na MX Pró do Arena Cross 2012

Depois de cinco provas passando por cinco estados diferentes em disputas eletrizantes, a última prova da temporada trouxe sorte para alguns e azar para outros, mas principalmente será eternizada pelos donos dos títulos das cinco categorias, Adam Chatfield (MX Pró), Rafael Faria (MX2), Fábio dos Santos (Júnior), Thiago Brenner (65cc) e Carlos Pereira “Dadalzinho” (50cc), consagrados no circuito do centro-oeste em corridas acirradas até a última volta.

50cc e 65cc

Primeira corrida da noite, a 50cc tinha como desafio desempatar os 74 pontos entre o líder Carlos Pereira “Dadalzinho” #1 e o vice Gabriel Andrigo #10. Dadalzinho não largou bem, mas logo chegou a ponta, que administrou até a bandeirada, vencendo a etapa e voltando para Minas Gerais com o bi-campeonato da categoria. No pódio com o mineiro, Gabriel Andrigo na 2ª posição e Diogo Nascimento #7 na 3ª. Dadalzinho levou o título com 94 pontos, três de diferença para Andrigo.

Na 65cc, a festa do pódio foi do catarinense Thiago Brenner #, que mesmo chegando em 4º na corrida, volta para casa com seu primeiro título. Na prova o também catarinense Arthur Todeschini #3 largou bem, mas foi ultrapassado nos últimos segundos por Renato Paz #101, que venceu no circuito goiano. Todeschini terminou em 2ª e Vinício Abreu #143 completou o pódio.

Júnior

Largada apertada na Júnior e Fábio dos Santos #87 conseguiu sair do bolo direto para a ponta. Em disputa com o goiano Kiomann Munoz #119 Santos perdeu a liderança, mas administrou a 2ª posição até o fim. Com a colocação o piloto da pequena Jarinu, no interior de São Paulo, foi campeão da categoria acumulando 86 pontos. A vitória de Kiomann, sua primeira no campeonato, fez a torcida goiana vibrar das arquibancadas. O gaúcho Enzo Lopes #92 levou a terceira bandeirada da Júnior.

MX2

Thales Vilardi #27 largou bem e fez o holeshot da MX2. Anderson Cidade #20 e o americano Sean Lipanovich #505 duelaram pela 2ª posição em pegas acirrados andando por diversas lado a lado. Rafael Faria #116 tentava defender sua liderança no ranking na 4ª posição. Vilardi perdeu força e posições, e a corrida tornou-se matemática com as atenções voltadas para Lipanovich e Faria, vice e líder do campeonato. Hector Assunção #30 não largou bem, mas conseguiu um ritmo forte na corrida, ultrapassando a dupla Cidade e Lipanovich que brigavam entre si até chegar a ponta e conquistar sua primeira vitória na temporada. Na matemática dos pontos, a vitória de Assunção foi essencial para que Faria levasse o título da categoria. Ele chegou em 4ª na prova e ganhou o campeonato com dois pontos de vantagem para o estrangeiro, que chegou em 2º lugar. Cidade conquistou a 3ª classificação na bateria.

MX Pró

Muito esperada, a emoção e adrenalina tomaram conta nas duas baterias da MX Pró. Na primeira prova, Humberto Martin largou muito bem, seguido de Carlos Campano #115 e do estreante da categoria, o português Joaquim Rodrigues #108. Adam Chatfiel #407 apareceu na 6ª colocação. Campano logo assumiu a liderança direto para levar a bandeira quadriculada. Chatfield ultrapassou um por um até alcançar o espanhol, mas teve que se contentar com a 2ª posição. Rodrigues terminou em 3º lugar o primeiro pódio.

Na corrida que definia o campeão da categoria, novamente abriram a disputa Campano e o português Rodrigues. Jean Ramos #998 e Adam Chatfield também fizeram boa largada, seguindo os ponteiros. Numa disputa acirrada pela 1ª posição, Rodrigues cai e atrapalha o espanhol que também não consegue evitar a queda, deixando Ramos assumir a ponta e entregando o título da MX Pró para o inglês Chatfield. No pódio, Jean Ramos no lugar mais alto, Chatfield em 2º e Leandro Silva em 3º completando.

Adam Chatfield venceu a etapa na somatória de pontos e foi o campeão da MX Pró com cinco pontos de diferença para o vice Jean Ramos, que também terminou em 2º no resultado da etapa. Leandro Silva foi o 3º na final da categoria.