Foto: Com resultados históricos, Balbi liderou o Brasil mais uma vez no Motocross das Nações

Balbi lidera time brasileiro no Motocross das Nações

Foto: Com resultados históricos, Balbi liderou o Brasil mais uma vez no Motocross das Nações

Foto: Com resultados históricos, Balbi liderou o Brasil mais uma vez no Motocross das Nações

Pelo quarto ano consecutivo, o piloto da equipe 2B Duracell Racing Jorge Balbi liderou o time brasileiro a um bom resultado no Motocross das Nações, principal competição do mundo na modalidade. A prova aconteceu neste fim de semana (25 e 26 de setembro), em Lakewood, Denver, e o time brasileiro terminou na 18ª colocação.

Contando com dois pilotos da 2B Duracell Racing, a equipe se destacou principalmente nas provas classificatórias, que aconteceram no sábado. Balbi teve um excelente desempenho e terminou a sua bateria na 6ª colocação, conseguindo o melhor resultado de um brasileiro na história da competição nas baterias classificatórias. Os outros dois integrantes da equipe, Cristopher “Pipo” Castro e Anderson Cidade, terminaram suas provas em 19º e 22º, respectivamente.

No domingo, mais uma vez a equipe entrou na pista liderada por Jorge Balbi. Os primeiros a entrar na pista, porém, foram Cristopher “Pipo” Castro e Anderson Cidade, que terminaram a prova em 34º e 35º lugar respectivamente. Pipo largou bem e poderia ter conquistado um resultado melhor se não tivesse tido problemas na sua moto, que fizeram com que o catarinense perdesse algumas posições nas voltas finais.

Na segunda bateria do dia, Pipo voltou para a pista junto com seu companheiro de equipe Jorge Balbi. E foi nesta bateria que a equipe brasileira conquistou seu melhor resultado. Com o 12º lugar, Balbi igualou o melhor resultado de um brasileiro na história da competição em uma bateria final. O recorde pertencia a ele mesmo, que havia conquistado o 12º lugar em 2008. Pipo terminou em 32º.

Logo em seguida, Balbi voltou para a pista, desta vez na companhia de Anderson Cidade, o outro integrante da equipe. Balbi foi o 17º, andando mais uma vez na frente de grandes nomes como Tanel Leok. Cidade foi o 28º. O resultado de Balbi também foi o melhor resultado de um brasileiro nesta bateria, que conta com pilotos das categorias MX1 e Open.

Terminada a prova, o Brasil terminou na 18ª colocação e não conseguiu superar o desempenho de 2009, quando havia terminado em 14º lugar. Apesar disso, a equipe consolidou o Brasil entre as potências do Motocross, fazendo parte da final da competição pelo quarto ano consecutivo. Único piloto a participar do Motocross das Nações nos quatro anos, Balbi teve o seu melhor desempenho em todos os anos da competição.

A 2B Duracell Racing tem o patrocínio de Gilette, Monster Energy, Ariel, Mobil, i9/Coca-Cola, Mormaii, Café Fino Grão e Mart Plus. Os patrocinadores/fornecedores são NFS, NEYFA, Pirelli, Laquila e MRPRO.