Brasileiro tem crescido em número de participantes e também em nível de organização e respaldo internacional. Competição revela pilotos para provas como o International Six Days Enduro, na França. Foto: Douglas Ramos

Brasileiro de Enduro FIM inicia em 17 de março

Está tudo pronto para o início do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2018. Com sete etapas, a competição inicia nos dias 17 e 18 de março no Shopping SerrAzul, em Itupeva (SP). Após, as etapas passam por Minas Gerais, em abril; Santa Catarina, em maio; Espírito Santo, em junho; Goiás, em julho; Rio Grande do Sul, em agosto; e encerra em Araxá, Minas, nos dias 16 e 17 de setembro. A inclusão de Goiás no cronograma é uma das grandes novidades da temporada.

Campeonato Brasileiro de Enduro FIM terá sete etapas em 2018, passando por seis estados. Foto: Fred Mancini

Campeonato Brasileiro de Enduro FIM terá sete etapas em 2018, passando por seis estados. Foto: Fred Mancini

Outra conquista desta edição é a inédita inclusão da oitava colocação da Seleção Brasileira no International Six Days Enduro 2018, realizado na França. “A cada ano, o Brasileiro de Enduro FIM conquista mais reconhecimento no segmento off-road. Além de profissionalismo e dedicação por parte dos organizadores, o campeonato apresenta equipes de ponta e muita competitividade. Desta forma, conquista novos adeptos por onde passa”, afirmou Maurício Brandão, diretor da modalidade na Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

Em 2018, serão 11 categorias em disputa: E1, E2, E3, EJúnior, E35, E40, E45, E50, ELight, EAmador e EFeminina (definida em quatro etapas). Os pilotos da elite (categorias E1, E2, E3 e EJúnior) também correm pela Enduro GP, que premia o piloto mais rápido da competição.

Calendário do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2018

Trilhas, pedras, aclives, poeira, lama. Ingredientes do Enduro FIM. Foto: Angela Monteiro

Trilhas, pedras, aclives, poeira, lama. Ingredientes do Enduro FIM. Foto: Angela Monteiro

1ª etapa – 17 e 18 de março – Shopping SerrAzul, em Itupeva (SP)
Construído sobre a Rodovia dos Bandeirantes, em Itupeva (SP), o Shopping SerrAzul possui localização estratégica e toda a estrutura necessária para receber a abertura do Brasileiro. A etapa será desenhada pelo experiente Fábio Campos, piloto e diretor da Sacramento Motorsports, que conhece como ninguém as trilhas da região. O evento ainda conta com o projeto “Enduro para Todos”, que busca proporcionar aos pilotos com menos experiência a emoção de participar de uma competição de alto nível. As inscrições para a etapa já estão abertas.

2ª etapa – 14 e 15 de abril – Patrocínio (MG)
Famosa por exigir muita habilidade e técnica dos pilotos, a etapa de Patrocínio, no Triângulo Mineiro, terá dois tipos de percurso totalmente inéditos: um para as categorias profissionais e outro para as demais classes, com tempos mais flexíveis. O Motoclube do Cerrado (comandado por Maurício Brandão, Juninho “Macalé” e Rogério Leite) estará à frente dos trabalhos mais uma vez. Assim, estão garantidas a excelência nas trilhas e uma equipe experiente na execução da etapa, que foi palco do Ibero-Americano de Enduro FIM em 2015. As disputas ainda serão válidas pelo Campeonato Mineiro e pela Copa Cerrado da modalidade.

3ª etapa – 19 e 20 de maio – Biguaçu (SC)
Às margens da BR-101, a etapa faz parte do Campeonato Brasileiro desde 2011 e é realizada pelo Trail Clube de Biguaçu com total apoio da Federação Catarinense de Motociclismo (FCM). Marisérgio Kons “Pezão” e sua turma sempre realizam provas de alto nível técnico. Será o terceiro ano que a base do evento será no CT da Equipe Geração Yamaha, que oferece toda a infraestrutura necessária. O grande desafio é vencer o terreno acidentado e liso, ainda mais em dias de chuva.

4ª etapa – 09 e 10 de junho – Aracruz (ES)
O evento de Aracruz é consolidado como a principal prova do Campeonato Capixaba de Enduro FIM. Aloisio Sfalsim “Telão” e o Trail Clube Tribo da Trilha têm feito um excelente trabalho, já que a prova envolve toda a região com especiais montadas praticamente dentro da cidade, as quais atraem grande público. Outra característica da etapa é o paddock muito bem estruturado para pilotos e equipes.

5ª etapa – 30 de junho e 1º de julho – Marzagão (GO)
A prova em solo goiano é a grande novidade do calendário 2018. Além de Maurício Brandão e Rogério Leite, que realizam visitas técnicas no local, o evento conta com Rildo Gonzaga para levantar o melhor percurso na região. Para realizar a etapa de Marzagão, os organizadores têm o pleno suporte do poder público na cidade.

    Brasileiro tem crescido em número de participantes e também em nível de organização e respaldo internacional. Competição revela pilotos para provas como o International Six Days Enduro, na França. Foto: Douglas Ramos

Brasileiro tem crescido em número de participantes e também em nível de organização e respaldo internacional. Competição revela pilotos para provas como o International Six Days Enduro, na França. Foto: Douglas Ramos

A passagem do campeonato por Goiás é motivo de orgulho, como mostra Roberto Boetcher, presidente da Federação de Motociclismo do Estado: “É muito bom ver Goiás trilhando novamente o caminho das competições nacionais. Há dois anos recebemos provas dos campeonatos brasileiros de motocross, velocross e cross country, e agora teremos a chance de sediar o Brasileiro de Enduro FIM. O fato demonstra a força do motociclismo na região”, destaca.

6ª etapa – 4 e 5 de Agosto – Farroupilha (RS)
Pelo segundo ano consecutivo, a etapa traz as belas paisagens do coração da Serra Gaúcha. O Estado possui muita tradição no esporte e conta com a organização do Motoclube de Farroupilha (comandado por Marcos Benvenutti). Tradicional, o “Enduro da Reta Curva” demonstrou muito potencial na realização da etapa final do Brasileiro de Enduro FIM 2017, executando uma prova impecável. Em 2018, o paddock será no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, um dos pontos mais conhecidos da cidade.

7ª etapa – 16 e 17 de setembro – Araxá (MG)
O Brasileiro de Enduro FIM define os seus campeões em grande estilo, com a final na região da Serra da Canastra, em Minas Gerais. A prova fica a cargo da Equipe Rumo Desconhecido e da ATA (Associação dos Treieros de Araxá). A organização conta com Daniel Resende (o “Boi” da Motoart´s), Ronaldo Borges e uma dedicada equipe, pronta para garantir trilhas de qualidade. Nesta etapa, que por regulamento não pode ser descartada, haverá a premiação aos campeões da temporada 2018.

separador_enduro



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.