Caminhão explode ao passar em mina na Líbia

Um caminhÆo da equipe KTM que disputa o Rally Paris-Dakar passou numa mina na fronteira da L¡bia com o Egito neste domingo … tarde, provocando a explosÆo de uma das rodas traseiras do ve¡culo.

O austr¡aco Johann Peter Reif e o italiano Arnaldo Nicoli nada sofreram. O fato intrigou os membros da organiza‡Æo do evento e as autoridades locais, j  que a estrada onde aconteceu o incidente ‚ usada normalmente por militares eg¡pcios. “Podem ser explosivos da segunda guerra mundial”, disse Hubert Auriol, diretor do rali.

Para evitar conseqˆncias mais graves, cerca de 60 carros, motos e caminhäes que ainda completavam o trecho entre Sarir e Siwa foram parados na divisa dos dois pa¡ses por precau‡Æo. Segundo Auriol, eles s¢ vÆo atravessar a fronteira ap¢s a garantia de seguran‡a para seguir viagem. Neste comboio pode estar o caminhÆo de assistˆncia da equipe brasileira pilotado pelo mecƒnico paulista Geraldo Lima e pelo checo Petr Vodak. At‚ …s 15h15 (hor rio de Bras¡lia), eles ainda nÆo tinham chegado ao acampamento da prova em Siwa.

A regiÆo da fronteira est  toda demarcada com o caminho teoricamente livre das minas. “Mas o que chamou a aten‡Æo foi a organiza‡Æo nos dar um novo mapa pela manhÆ antes da largada da etapa cronometrada. J  t¡nhamos um mapa na planilha”, afirmou Klever Kolberg, piloto de carro da equipe Petrobras Lubrax. “N¢s atravessamos trˆs campos minados somente hoje” afirmou Andr‚ Azevedo, do caminhÆo de competi‡Æo brasileiro.

Esse nÆo ‚ o primeiro de caso de explosÆo de minas no Rally Paris-Dakar. A v¡tima mais recente foi o portuguˆs Jos‚ Eduardo Ribeiro, membro da equipe de apoio de Elisabete Jacinto. Na fronteira do Marrocos com a Mauritƒnia, em 2001, ele saiu da rota determinada pelas autoridades e o carro explodiu. Ribeiro teve ferimentos graves em um dos p‚s.

Em 1996 as conseqˆncias foram mais graves. O francˆs Laurente Gueguen morreu na explosÆo do caminhÆo ap¢s passar em uma mina no deserto do Marrocos, na etapa Foum El Hassan e Smara. Os outros dois ocupantes do ve¡culo, Pascal Londenet e Vicent Baudin conseguiram sair com vida.