Cerapió 2008 tem início em Fortaleza

Cerapió 2008 tem início em Fortaleza

Cerapió 2008 tem início em Fortaleza

Competidores de seis modalidades saem de Fortaleza com destino a Recife, em quatro dias de disputa

A 21¦ edi‡Æo do Cerapi¢ 2008 ter  in¡cio oficialmente nesta quarta-feira (23/1) . Partindo de Fortaleza (CE), pilotos e navegadores de carros 4×4, carros 4×2, caminhäes, motos, quadric¡clos e bicicletas darÆo inicio … disputa pelo t¡tulo de 2008, em um total de 366 ve¡culos. O movimento em territ¢rio cearense por causa do evento j  ‚ grande desde a segunda-feira (21), quando foram iniciados os exames m‚dicos e vistorias t‚cnicas no Marina Park Hotel. O primeiro destino da caravana com mais de 1.300 pessoas ‚ Mossor¢, no Rio Grande do Norte. A competi‡Æo ficar  em territ¢rio potiguar por mais dois dias, passando ainda por dezenas munic¡pios norte-rio-grandense, e paraibanos, at‚ Recife (PE), no dia 26/01.

Os dois primeiros dias, dedicados …s vistorias e exames, foram muito movimentados. Enquanto as equipes chegavam com os mais diferenciados sotaques, a organiza‡Æo j  havia montado uma mega-estrutura para atender individualmente os competidores das diferentes modalidades e categorias. Depois de registrarem toda a documenta‡Æo na secretaria, pilotos, navegadores, ciclistas e tamb‚m equipes de apoio eram encaminhados para exames m‚dicos. Do lado de fora, era feita a checagem de motores e equipamentos de seguran‡a dos ve¡culos.

Cerapió 2008 tem início em FortalezaA partir das 17h desta ter‡a (22/01), foi a vez do briefing e da largada promocional, que aconteceram na sequˆncia tamb‚m no Marina Park. Ap¢s receberem as instru‡äes do que irÆo encontrar na prova, os competidores foram apresentados ao p£blico e … imprensa no p tio do hotel. O n£mero e a rela‡Æo dos inscritos foi liberado pela equipe de apura‡Æo por volta das 18h. A rela‡Æo consta 220 motos, 13 quadriciclos e 54 carros na regularidade. J  no Velocerapi¢, rally de velocidade cross country em circuito, sÆo 23 inscritos.

Ap¢s as checagens, os competidores foram liberados para o que ser  o £ltimo descanso antes de acelerarem forte para a largada, que acontece a partir das 8h40 do hotel Marina Park, prosseguindo at‚ depois das 9h, quando largam os £ltimos ve¡culos. De Fortaleza, o destino do primeiro dia ‚ Mossor¢, no Rio Grande do Norte. Na regularidade, o percurso ser  diferenciado para as motos em v rios trechos.

MOTOS – Nessa quarta, por exemplo, serÆo algo em torno de 160 Km de muito mais trilhas e veredas, com grau de dificuldade considerado alto. SerÆo aproximadamente nove horas de prova em 381 km percorridos.

BIKES – A turma do pedal tem largada programada para as 8h da manhÆ na cidade de Maranguape, com chegada a partir das 12h em Guaiuba (CE), ap¢s 52 km de muita aventura e a‡Æo. A expectativa ‚ grande para todos os participantes, desde novatos at‚ os mais experientes, principalmente pela mudan‡a de roteiro depois de 20 anos do evento. Para o atual campeÆo do Cerapi¢, entre os carros, na regularidade, o piloto Rufino Neto, o desafio ‚ todo novo. Dessa vez, ir  defender o t¡tulo com um novo parceiro, o navegador Guto Arcanjo.  a primeira vez que os dois correm juntos e tamb‚m ‚ a primeira vez que o piloto encara uma prova de longas distƒncias sem a companhia do irmÆo Glauco J£nior. “Guto ‚ um navegador muito experiente. Eu acho que vamos nos dar bem trabalhando juntos nessa prova”, disse Rufino, que est  confiante na luta pelo bicampeonato.

E tem gente que vem de longe para correr. O Francˆs Jean Fran‡ois, por exemplo, participa pelo segundo ano consecutivo do enduro-rally Cerapi¢ na modalidade Motos. O objetivo ‚ um s¢: “aproveitar o roteiro maravilhoso dessa prova e conseguir chegar at‚ Recife”, onde ser  aguardado por familiares. O secret rio de Esportes do Cear , Ferruccio Feitosa, aproveitou a passagem pelo Hotel Marina Park, onde aconteciam as vistorias e a largada promocional da prova, para falar da importƒncia do Cerapi¢. Segundo ele, “O enduro-rally, ao longo de seus 21 anos, revelou talentos no esporte off-road e, mesmo com toda a adrenalina envolvida, nunca deixou de valorizar e preservar a natureza, mesmo antes dessa consciˆncia virar uma obriga‡Æo necess ria para a nossa sobrevivˆncia no futuro” , destacou.

De acordo com o organizador do evento, Ehrlich CordÆo, o momento tamb‚m ‚ de solidariedade. Atrav‚s da ajuda de competidores, o evento fez a entrega de 400 cestas b sicas … institui‡Æo Apae de Maracana£, atrav‚s da diretora L£cia Freitas, que se fez presente. A institui‡Æo se mant‚m atrav‚s das doa‡äes, que podem ser feitas atrav‚s do telefone: (85) 3215-3122 .

Prova de velocidade tem percurso diferenciado
O primeiro dia do Velocerapi¢ ser  marcado por um terreno misto, com muita areia solta, e tamb‚m pi‡arra, de acordo com o coordenador Fernando Holanda. SerÆo 140 quil“metros de deslocamento, mais a especial com trˆs voltas de 29 quil“metros e o deslocamento final de 124 quil“metros. Juntamente com o segundo trecho da competi‡Æo, em Mossor¢, dever  ser a parte mais dif¡cil para as duplas. “Mas numa prova como essa, de longas distƒncias e quatro dias, s¢ podemos comemorar vit¢ria na chegada, e as duplas devem estar conscientes disso”, comentou o coordenador.