O piloto Cristiano Ferreira faleceu em decorrência de acidente no Moto 1000 GP

Comunicado Oficial sobre o acidente que vitimou Cristiano Ferreira

A direção do Moto 1000 expediu comunicado lamentando profundamente o falecimento do piloto Cristiano Ferreira. Ele caiu na segunda parte da curva “S” do Senna, no Autódromo de Interlagos, neste domingo. No chão, foi atingido pela moto de outro piloto.

O piloto Cristiano Ferreira faleceu em decorrência de acidente no Moto 1000 GP

O piloto Cristiano Ferreira faleceu em decorrência de acidente no Moto 1000 GP

“Eu lamento profundamente. Como ex-piloto conheço os riscos do esporte. Eu tenho obsessão extrema pela segurança dos pilotos”, lamenta Gilson Scudeler, organizador do evento. “É uma tragédia, uma fatalidade. O Cristiano teve uma queda comum, numa parte da pista de baixa velocidade. Provavelmente, teria sido um simples acidente se não tivesse sido atingido por outra moto”.

Cristiano foi prontamente atendido pelo serviço médico do evento, de acordo com o protocolo de suporte avançado de vida (ATLS). Constatou-se no atendimento traumatismo craniano grave e traumatismo grave no tórax . O piloto estava com hemorragia importante e em parada cardíaca. Foram realizados procedimentos de RCP – Reanimação Cardiorrespiratória, com manobras de entubação e colar cervical. Pela gravidade do caso, foi realizado o deslocamento para o Hospital Geral de Pedreira.

Ele teve outra parada cardíaca no percurso entre o autódromo e hospital, sendo reanimado pelo doutor Ricardo Duprat. Deu entrada pela emergência do hospital, onde foi tentada reanimação pela equipe da emergência, mas veio a falecer às 15h07 deste domingo (23). Em função da tragédia, em sinal respeito ao piloto, à família e colegas não houve cerimônia de pódio nem premiação da corrida. O evento guardará três dias de luto sem qualquer tipo de atividades.