Desabafo sobre o mercado

O consumidor brasileiro em geral ‚ muito conservador e qualquer coisa que joguem no mercado com uma marca Honda ‚ digerida com grande sabor. Esta Hornet j  devia ter sido lan‡ada antes da t‚trica CB 500. Usu rios de motocicletas com mais de 40 anos como eu, nos vemos desrespeitado tanto por Honda e Yamaha, que s¢ se preocupam em renovar o mercado visando jovem com suas Bizz, YBR e outras coisas do gˆnero. Tudo bem. E a¡! E n¢s que fomos os jovens de algumas ‚pocas atr s? Antes, nem comprar pod¡amos que era proibido importar as m quinas de nossos sonhos. Veio o Collor e liberou geral a um pre‡o que Deus me livre. Hoje com o Lula est  praticamente imposs¡vel comprar uma boa moto 0 km. Kawasaki foi pro espa‡o, com a tal da Ava! A Honda nÆo t  nem a¡, a Yamaha idem, s¢ nos resta a Suzuki que por sua vez em mais de dez anos no Brasil nunca fez uma propaganda no r dio ou televisÆo e s¢ traz uma linha de motos at‚ certo ponto aceit vel mas com um pre‡o tamb‚m pra l  de incompr vel. Minha pergunta ‚ esta: Por que conseguem algumas f bricas de autom¢veis reduzir o i.p.i de seus carros e as motocicletas nÆo? Por que pagamos tÆo caro IPVA? At‚ quando nÆo vÆo abrir os olhos para incentivar o uso destes veiculos?
Nilo Duarte de Oliveira – Rio de Janeiro, RJ

Respeitamos a opiniÆo do leitor, mas lembramos que o mercado brasileiro de motos ‚ um dos maiores enigmas do com‚rcio. Antes de 1976 tinha-se acesso …s motos de v rias categorias. Quando sobretaxaram as importa‡äes as f bricas se instalaram no Brasil e at‚ 1992 tivemos de nos contentar com alguns poucos modelos grandes e muitas utilit rias. Depois da reabertura dos portos promovida na era Collor tivemos at‚ um curto momento de felicidade plena com a equipara‡Æo do Real ao D¢lar e pudemos comprar motos rec‚m-lan‡adas no exterior a um pre‡o realmente acess¡vel. Hoje a situa‡Æo ‚, no m¡nimo, curiosa. Se a Honda do Brasil traz um bom produto por um pre‡o compat¡vel, tem gente que acha pouco. Infelizmente, Nilo, o mercado ‚ ditado pela regra universal da oferta e procura. Faz mais de 10 anos que as motos grandes sÆo um sonho de poucos, porque a realidade ‚ mesmo as utilit rias de 100/125/150cc. Em 2005 Honda e Yamaha vÆo colocar bons produtos na faixa 600/750cc e temos de festejar porque s¢ quem conhece a ind£stria por dentro sabe a dificuldade que ‚ produzir motos de alta tecnologia sem um parque industrial de fornecedores. NÆo podemos comparar carros com motos porque existe um mundo de pequenas, m‚dias e grandes empresas fornecendo componentes para os carros e apenas meia-d£zia para a ind£stria de motos. A Honda praticamente verticalizou a produ‡Æo de seus modelos brasileiros … custa de muito investimento na f brica de Manaus. A Yamaha perdeu o bonde da hist¢ria ao esperar quase 20 anos para se instalar na ZFM. Temos uma dezena de f bricas de carros pressionando o Estado e amea‡ando com demissäes para criar um lobby e apenas duas f bricas de moto. Qual dos dois vocˆ acha que tem mais poder?