Detran – RJ adota medida para coibir roubo de motos no estado

A partir do dia 28, as motos apreendidas pelos agentes de trƒnsito do estado, que estiverem nos p tios do Detran com motores retirados por apresentarem irregularidades, ou forem consideradas irrecuper veis, em mau estado ou com adultera‡Æo no n£mero do motor, serÆo leiloadas pelo departamento como sucata prensada.

A novidade ser  estabelecida por uma portaria publicada no Di rio Oficial do Estado desta quinta-feira e visa coibir o mercado ilegal de pe‡as de motos roubadas.

Segundo den£ncias que chegaram ao departamento, algumas pessoas compravam motos nos leiläes e usavam pe‡as roubadas para colocar o ve¡culo em circula‡Æo – j  que as motos leiloadas mantinham o n£mero do Renavam no sistema do departamento. Com a nova medida, este n£mero ser  extinto, o material leiloado nÆo retornar  …s ruas e ser  destinado principalmente …s sider£rgicas.

Um levantamento feito pelo Detran revelou ainda que um motor comprado numa loja, separadamente da moto, pode custar at‚ o dobro de uma moto zero quil“metro do mesmo modelo, o que nÆo justificaria a aquisi‡Æo de uma motocicleta sem motor em leiläes do departamento.

“Queremos evitar que pe‡as roubadas sejam aproveitadas nas motos leiloadas pelo departamento. Com isso, pretendemos inibir o roubo de motos no estado”, afirma o presidente do Detran, Antonio Francisco Neto. Segundo dados da Pol¡cia Civil, de 2003 a 2007, cerca de trˆs mil motos foram roubadas por ano no estado.

Hoje, nos cinco p tios do Detran, h  5.620 motocicletas apreendidas pelos ¢rgÆos de trƒnsito. Desse total, estima-se que 15% tenham seus motores retirados, antes do leilÆo, por apresentarem irregularidades. Os leiläes do Detran acontecem atualmente uma vez por mˆs e os ve¡culos s¢ sÆo leiloados depois de permanecerem por mais de 90 dias nos dep¢sitos, conforme determina‡Æo do C¢digo de Trƒnsito Brasileiro.