Evitando colisões de baixa velocidade

A grande maioria das novas tecnologias que visam ampliar a seguran‡a automotiva est  centrada na ajuda ao motorista em condi‡äes cr¡ticas – geralmente a velocidades m‚dias e altas.

A maior parte das colisäes no trƒnsito, no entanto, ocorre a velocidades muito baixas e geralmente significa uma batida por tr s: o ve¡culo da frente p ra, o de tr s nÆo – geralmente por cansa‡o, falta de aten‡Æo e por a¡ vai. No trƒnsito pesado p ra e anda do ambiente urbano, isso ‚ cada vez mais comum – e o n£mero de pessoas no ve¡culo da frente com danos pelo chamado efeito chicote ‚ cada vez maior. As estat¡sticas europ‚ias mostram que 75% de todas as colisäes ocorrem a menos de 30 km/h, com conseqˆncias inclusive que nÆo sÆo reportadas …s companhias de seguro.

A Volvo autom¢veis sueca desenvolveu um sistema para evitar esses acidentes, com um sistema chamado City Safety que faz 50 c lculos por segundo. Se o motorista nÆo parar a tempo, o City Safety faz isso por ele, freando sozinho o carro.

Um radar ¢ptico na parte superior do p ra-brisa, junto ao espelho retrovisor interno, monitora o ve¡culo que esteja at‚ seis metros … frente e a velocidades de at‚ 30 km/h. Se parar ou desacelerar rapidamente, o City Safety prepara os freios para uma frenagem de emergˆncia, ajudando o motorista a evitar o impacto. Mas, se o motorista nÆo o frear, o sistema faz isso por ele.

O City Safety nÆo ‚ absolutamente perfeito – nenhum sistema o ‚. Em condi‡äes de poeira, chuva ou nevoeiro forte, gelo ou neve, ou simplesmente por causa de um p ra-brisa muito sujo, ele poder  nÆo funcionar

O mais interessante ‚ pensar no terceiro ve¡culo, aquele que est  atr s do equipado com o City Safety. Mesmo com a mais nova tecnologia instalada, ‚ sempre bom primeiro ajustar corretamente o seu ap¢ia-cabe‡a.