Foto: A segunda colocação foi o suficiente para Meira garantir o título

Juliano Meira conquista o Brasileiro de Supermoto

Foto: A segunda colocação foi o suficiente para Meira garantir o título

Foto: A segunda colocação foi o suficiente para Meira garantir o título

Juliano Meira é o primeiro campeão Brasileiro de Supermoto em 2009.

O piloto terminou a prova da categoria SM3, realizada em Goiânia nesse final de semana, na segunda colocação. Com o resultado, Meira chegou aos 85 pontos com 38 pontos de vantagem para o segundo colocado, dando o título da categoria para o paulista na penúltima etapa do ano.

O piloto realizou uma prova tranquila e se manteve na posição durante toda a prova. Enquanto isso, sua principal concorrente no campeonato, a paulistana Carolina Pereira não repetiu as boas atuações da temporada e completou a etapa apenas na décima colocação, deixando escapar as chances de brigar com Meira.

O goiano Alessandro Silva venceu a prova da categoria mais de cinco segundos à frente do campeão. Vinícius Fernandes foi o terceiro e Ismael Filho terminou a prova na quarta posição. Na SM3 Incentivo, Murilo Bailão venceu a segunda prova seguida e assumiu a quarta colocação do campeonato e ainda têm chances matemáticas de conquistar o título da Incentivo.

Na categoria principal, a SM1, o brasiliense Rafael Fonseca decepcionou e não completou a prova em Goiânia. Quem se aproveitou do abandono do rival para adiar a briga pelo título, foi Francisco Velasco. O paulista completou a prova na quarta colocação e reduziu para apenas dois pontos a diferença para o atual campeão brasileiro.

Anderson Vasconcelos venceu a quarta etapa do campeonato, seguido por Alexandre Andrade e Ricardo Sato na terceira colocação. Já na SM2, Victor Nunes venceu de forma incontestável e colocou uma volta nos cinco primeiros colocados. Simão Lawant terminou na segunda colocação, seguido por Avenir Vilela e Francisco Galdino.

Na SM4, a briga pela vitória foi apertada e Ricardo Sato levou a melhor sobre Simão Lawant e Márcio do Carmo, que terminaram separados por uma diferença inferior a 2s. A última etapa do campeonato promete ser emocionante e vai agitar o Espírito Santo em dezembro. A quarta etapa foi uma realização da Federação de Motociclismo de Goiás com supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo.