Kaio Miranda e Rodrigo

Pilotos patrocinados da FOX e ASW comemoraram títulos inéditos com uma rodada de antecedência no Campeonato Brasileiro de Motocross. Neste domingo, em Cachoeiro do Itapemirim (ES), onde aconteceu a penúltima etapa da competição, Kaio Miranda e Rodrigo “Lama” saíram com os títulos das categorias 65cc e 85cc, respectivamente.

Kaio Miranda, patrocinado pela FOX, ficou com a segunda colocação na prova, o suficiente para garantir o título da 65cc. O primeiro lugar da categoria ficou com João Pedro Ribeiro.

Na 85cc, Rodrigo Lama terminou a prova em terceiro lugar, chegando a 146 pontos e consolidando o título da 85cc. “Estou muito feliz. É uma conquista inédita e muito importante pra mim. Tenho trabalhado bastante e consegui meu objetivo, o título”, comemorou Lama, piloto ASW. “Esse resultado vai para toda a região Nord este”, finalizou o sergipano. Na mesma categoria, Cezar Zamboni, patrocinado pela ASW, venceu a prova deste domingo e alcançou a vice-liderança do campeonato, com 119 pontos.

Na MXJr, Thales Vilardi (ASW) conseguiu a primeira posição e segue na liderança, com 150 pontos. O título será decidido na última etapa, já que o segundo colocado, Anderson Cidade, soma 131.

Na MX2, o piloto FOX Swian Zanoni conquistou o primeiro lugar e segue na briga pelo vice-campeonato, já que o título já é de Rodrigo Selhorst. “Fiz uma boa prova. Estou acostumado com a pista daqui, que permite que o piloto imprima bastante velocidade. Sigo confiante pelo segundo lugar e já pensando no Brasileiro de Supercross”, comentou o piloto também sobre a competição que começa em setembro.

Ainda na MX2, Dudu Lima (ASW) ficou com o terceiro lugar e Jean Ramos (ASW) não competiu. O piloto sofreu uma queda durante o treino de sábado e optou por se poupar para a prova do Arena Cr oss, na próxima semana, competição que Jean briga pelo título da categoria.

Leandro Silva, que compete pela MX1, terminou a prova em quinto, mantendo a vice-liderança com 117 pontos. O piloto patrocinado pela ASW chegou a ficar em primeiro, mas uma queda fez com que o paranaense perdesse posições e buscasse uma corrida de recuperação. “Vou em frente, pois nada está definido”, afirmou o piloto que soma 117 pontos, contra 137 do líder João “Marronzinho”.