Foto: Ilk Araújo

Maricá recebe a 2ª etapa do Brasileiro de Velocross

Foto: Ilk Araújo

Foto: Ilk Araújo

Um belo cenário, entre o mar e a lagoa, poderia ser usado até mesmo para um capítulo de novela; mas este será o palco da 2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Velocross. A prova, que acontece nos dias 22 e 23 de maio, na cidade de Maricá, na Região dos Lagos fluminense, será válida também pela 1ª etapa do Carioca de Velocross, e promete fortes emoções dentro e fora da pista.

Após a estréia do Campeonato Brasileiro, em Rio Negro, no Paraná, quando mais de 400 pilotos participaram da etapa, a Federação de Motociclismo do Estado do Rio de Janeiro (FEMERJ) vem preparando um evento para entrar para a história da modalidade.

“Queremos fazer dos eventos aqui do Rio de Janeiro verdadeiros marcos do motociclismo de competição. As etapas do Brasileiro de Motocross em Friburgo atraem sempre mais de 40 mil pessoas. Preparamos uma grande prova para o Brasileiro de Cross-Country, que acontece neste fim de semana, em Paraíba do Sul, e levaremos a mesma estrutura para o Brasileiro de Velocross, em Maricá”, declara Melina Guelman, diretora da Femerj.

Entre as novidades para a etapa estão as arquibancadas para o público e o pit-lane coberto para que as equipes possam se comunicar com seus pilotos durante a prova. Além disso, os competidores também estarão na disputa por R$ 5 mil em premiação.

“Os pilotos de motocross já estão acostumados a estruturas deste porte, com os televisores para acompanhar os tempos de volta, mas no Cross-Country e no Velocross isso não é comum. Sem falar na premiação atraente e nas arquibancadas, que vão dar mais conforto ao público também”, ressalta Melina.

Vencedor da primeira etapa, o paranaense Paulo Stedile é o líder do Brasileiro na categoria VX1, e garante muita luta por mais um bom resultado em Maricá. “Fui campeão em 2009 e meu objetivo é buscar o bicampeonato este ano. Estou bem focado, tenho treinado muito e estou confiante”, fala Stedile.

Rodrigo Volcan Tajes lidera a categoria VX2, enquando Davis Guimarães é o primeiro colocado na classificação geral da VX3 Especial, e João Silvério da VX3 Nacional. A 2ª etapa do Campeonato Brasileiro e a 1ª etapa do Campeonato Carioca de Velocross são uma realização da Federação de Motociclismo do Estado do Rio de Janeiro (FEMERJ), com apoio do Ministério do Turismo, Educação em Foco e Prefeitura Municipal de Maricá. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).