Foto: Marcello "Ratinho" representa o Team Honda no Latino-Americano de Motocross da categoria MX2

MOTOCROSS – Team Honda acelera pelo título latino-americano neste domingo

Foto: Marcello "Ratinho" representa o Team Honda no Latino-Americano de Motocross da categoria MX2

Foto: Marcello "Ratinho" representa o Team Honda no Latino-Americano de Motocross da categoria MX2

Sete pilotos representam a equipe na etapa que tem como sede a pista do Centro Educacional de Trânsito Honda (CETH), em Indaiatuba, interior paulista

Indaiatuba (SP) – O Team Honda acelera neste domingo com o objetivo de faturar o título da primeira etapa do Campeonato Latino-Americano de Motocross da categoria MX2. A competição tem como sede a casa da equipe, a pista do Centro Educacional de Trânsito Honda (CETH), em Indaiatuba, no interior paulista. Neste sábado, foram realizados os treinos cronometrados, que definiram a ordem de prioridade no gate de largada. A primeira etapa será definida em duas corridas com 30 pilotos cada: a primeira está marcada para as 13h e a outra será realizada às 15h30 (confira a programação completa abaixo). O evento tem entrada franca.

Leandro Silva, Marcello “Ratinho”, Dudu Lima, Jean Ramos, Thales Vilardi, Hector Assunção e Gustavo Takahashi são os representantes do Team Honda na competição internacional. Além dos brasileiros, a prova reúne pilotos do Equador, Paraguai, Colômbia, Peru e Venezuela – país do atual campeão, Humberto Martin.

Leandro Silva confirmou o terceiro melhor tempo dos treinos cronometrados (1min51seg135), atrás de Rodrigo Selhorst (1min50seg018) e de Lucas Moraes (1min50seg345). Marcello “Ratinho”, que venceu o Latino em 2006, ficou em quarto lugar (1min51seg253) e Jean Ramos, em sexto (1min51seg602). O melhor estrangeiro nos treinos cronom etrados foi o equatoriano Andrés Gavilanez (1min55seg159), em 16o lugar, sendo que Martin ficou apenas com o 21o melhor tempo (1min56seg939).

“Acredito que o título tem tudo para ficar com o Brasil”, afirmou o paranaense Leandro Silva. “O Latino é uma oportunidade de fazer um intercâmbio com os outros pilotos do continente e poder observar o nível deles. Aqui em Indaiatuba, os brasileiros estão mais rápidos”, constatou o piloto.

Além da habilidade dos competidores nacionais, outro ponto positivo da etapa é a estrutura oferecida pelo CETH. “Esta é a primeira vez que o Latino-Americano é realizado na região Sudeste, já que antes o evento tinha como palco somente o Norte do país. A União Latino-Americana (ULM) aprovou a estrutura do CETH e já homologou a pista. É muito bom podermos mostrar para os outros países que temos ótimas condições de sedia r eventos internacionais”, explicou Wilson Yasuda, gerente de competições da Honda do Brasil, lembrando que a pista de Indaiatuba já foi palco do Mundial de 125cc e do Motocross das Nações, a mais importante no calendário da modalidade.

Resultados – Treinos cronometrados
1 – Rodrigo Selhorst (1min50seg018)
2 – Lucas Moraes (1min50seg345)
3 – Leandro Silva (1min51seg135) – Honda CRF 250R
4 – Marcello “Ratinho” (1min51seg253) – Honda CRF 250R
5 – Roosevelt Assunção (1min51seg454)
6 – Jean Ramos (1min51seg602) – Honda CRF 250R
7 – Thales Vilardi (1min52seg029) – Honda CRF 250R
10 – Hector Assunção (1min52seg796) – Honda CRF 250R
12 – Dudu Lima (1min53seg163) – Honda CRF 250R
13 – Gustavo Takahashi (1min53seg585) – Honda CRF 250R

Programaçã o* Campeonato Latino-Americano de Motocross
Centro Educacional de Trânsito Honda (CETH) – Indaiatuba (SP)

Domingo (13/07)
9h às 11h – Warm-up MX2/85cc/CRF230
13h – 1ª Bateria MX2 (30 minutos + duas voltas)
13h50 – 85cc (20 minutos + duas voltas)
14h30 – CRF 230 (20 minutos + duas voltas)
15h30 – 2ª Bateria MX2 (30 minutos + duas voltas)
17h – Premiação