Marc Márquez renova contrato com a Honda HRC até 2016

MotoGP™: Marc Márquez é da Honda por mais dois anos

A Honda Racing Corporation anunciou a renovação do contrato com o Campeão do Mundo de 2013, Marc Márquez, por mais dois anos. O jovem espanhol arrebatou o Mundo do MotoGP™ ao vencer o Campeonato na temporada de estreia no ano passado. Era uma prioridade para a HRC renovar com a jovem sensação que venceu todas as corridas desta temporada até ao momento – todas larglando na pole position.

Marc Márquez renova contrato com a Honda HRC até 2016

Marc Márquez renova contrato com a Honda HRC até 2016

Desde que entrou para a equipe de Fábrica – a Repsol Honda Team – Marc terminou no pódio em todas as 22 corridas de MotoGP™ excepto duas. Ele somou dez vitórias, seis segundos lugares e quatro terceiros. Ele também totaliza 13 pole positions até ao momento na categoria rainha e chega ao GP de França desde fim‑de‑semana como líder do Campeonato de Piloto com 28 pontos de vantagem após quatro corridas.

Shuhei Nakamoto – Vice-Presidente Executivo da HRC:
“Estamos muito contentes por termos chegado a acordo para continuarmos com o Marc na equipe por mais dois anos. É claro que enquanto Honda queríamos manter o Marc na nossa família e ele também queria continuar connosco, por isso… a renovação do contrato foi natural, mesmo sendo tão cedo na temporada! Ele está levando a cabo um fantástico início de campanha e apesar de ainda estar aprendendo, a capacidade que tem de absorver informação e de se adaptar à moto é impressionante”.

Marc Márquez:
“Estou contente por anunciar a minha renovação com a HRC. Foi sempre um sonho meu fazer parte da Repsol Honda Team e graças à Honda esse sonho tornou-se realidade há ano e meio. Aconteceu tudo muito depressa no ano passado e nunca podia ter imaginado que podia conseguir o que consegui. Tornar-me Campeão do Mundo na minha primeira temporada foi outro sonho tornado realidade. É uma grande honra fazer parte da família Honda e estou contente por continuar com este grupo de pessoas especial por mais dois anos”.