Em quatro provas, dois acidentes sérios. Pedrosa fazia grande prova e encarava dores na mão... quando foi catapultado por sua Honda no acidente

MotoGP em Jerez: acidente com três pilotos e vitória de MM93

A quarta etapa da MotoGP, disputada neste domingo em Jerez de La Fronteira, na Espanha, teve um final inesperado. As duas Ducati’s, de Jorge Lorenzo (99) e Andrea Dovizioso (04), se envolveram em um acidente com Dani Pedrosa (26, Repsol Honda Team) a seis voltas do fim, após várias voltas com os três pilotos disputando a segunda colocação – perseguindo o líder Marc Márquez (93, Repsol Honda Team). Com os três no chão, MM93 isolou-se na liderança e o segundo lugar caiu no colo de Johann Zarco (5, Monster Tech3 Yamaha). O terceiro posto ficou com Andrea Iannone (29, Suzuki Ecstar), também beneficiado pelo incidente, garantindo mais um pódio à equipe azul.

Mais uma vitória para Marc Márquez, e novo pódio para Johann Zarco e Andrea Iannone. Desta vez, francês e italiano foram beneficiados pelo acidente e herdaram boas colocações

Mais uma vitória para Marc Márquez, e novo pódio para Johann Zarco e Andrea Iannone. Desta vez, francês e italiano foram beneficiados pelo acidente e herdaram boas colocações

Com o resultado, Márquez assumiu a liderança da temporada e reforça sua imagem de favorito ao título que, se ocorrer, será o sétimo de sua carreira – e 5º na categoria rainha. O espanhol soma agora 70 pontos, contra 58 do segundo colocado Johann Zarco e 50 do terceiro, Maverick Viñales (25, Movistar Yamaha MotoGP) – que ficou com 7º lugar em Jerez. Dovizioso, que tinha a chance de tomar a liderança após a etapa, agora é o quinto colocado (46 pontos), atrás de Andrea Iannone (47). Aliás, hoje foi mais um bom resultado do ‘Maníaco’, com seu segundo pódio consecutivo para a Suzuki. Quem sabe, ele demonstre a maturidade esperada em pista e garanta um bom contrato para a próxima temporada…

Acidente com Ducati e Honda marcou prova em Jerez pela MotoGP

Marc Márquez tomou a ponta no momento certo e saiu ileso da confusão. Espanhol lidera o campeonato e reforça imagem de favorito

Marc Márquez tomou a ponta no momento certo e saiu ileso da confusão. Espanhol lidera o campeonato e reforça imagem de favorito

O acidente que marcou a prova teve tom de surpresa pois quebrou o ritmo de uma corrida equilibrada. Para entender, vamos do início. Cal Crutchlow (35, LCR Honda) teve a pole mas logo na largada caiu para a quarta colocação (depois, na sétima volta, caiu sozinho e disse adeus à etapa). Logo na largada, Lorenzo saltou para a ponta e liderou um pelotão com oito pilotos por algumas voltas, perseguido muito de perto por Pedrosa e Márquez. O piloto da Ducati resistiu o quanto pode (e o desgaste de seu pneu dianteiro macio permitiu), mas na sétima volta Marc tomou a liderança na curva 13 (ironicamente chamada de ‘Curva Jorge Lorenzo’). Então, Jorge resistiu bravamente às investidas de Pedrosa e depois de Dovizioso, que tomou o terceiro lugar, mantendo-se no segundo posto.

Acidente marca MotoGP em Jerez

Acidente marca MotoGP em Jerez

Na curva 6 da volta 17, a lambança. Lorenzo, Dovi e Pedrosa caem e mudam o destino da corrida

Pedrosa voador - e azarão

Pedrosa voador - e azarão

Em quatro provas, dois acidentes sérios. Pedrosa fazia grande prova e encarava dores na mão... quando foi catapultado por sua Honda no acidente

Vítima ou culpado?

Vítima ou culpado?

O Samurai cedeu facilmente ultrapassagens para não se envolver em incidentes e agravar seu quadro clínico. Não adiantou...

Vítima ou culpado? II

Vítima ou culpado? II

Dovizioso precisava ultrapassar Lorenzo para buscar Márquez a qualquer custo... mas a manobra foi feita no momento errado e acabou gerando o acidente. Há quem o culpe, quem responsabilize Lorenzo e quem ache que o errado era Pedrosa. No fim, todos perderam

Ocorreu que Lorenzo não tinha o ritmo necessário para alcançar Marc Márquez, que abria uma pequena vantagem na casa de um segundo ao longo de seis voltas, e Dovizioso necessitava ultrapassar o colega de equipe para iniciar uma perseguição ao líder e defender sua então liderança no campeonato. Foi com o ímpeto de passar a qualquer custo que Dovi escolheu o momento errado para a manobra, tomou um X de Lorenzo e, quando o espanhol retomou para o traçado limpo, encontrou-se com Dani Pedrosa, que contornava a curva 6 por dentro. Foi um incidente de corrida em que é difícil (e talvez até desnecessário) eleger um culpado. Foi ruim para os três: Dovi perdeu a liderança da temporada e agora está 24 pontos atrás de Márquez; Lorenzo abandonou uma prova em que estava com ótimo ritmo – e perdeu seu primeiro pódio de 2018, e Pedrosa foi catapultado da moto durante o acidente, sendo que ainda estava se recuperando da queda na Argentina que lhe rendeu uma cirurgia e algumas cicatrizes na mão e clavícula.

Dois pódios em quatro corridas... pilotando pela mesma Suzuki por quem encerrou a temporada 2017 no 13º lugar. O Maníaco sossegou e aprendeu a domar a japonesa

Dois pódios em quatro corridas… pilotando pela mesma Suzuki por quem encerrou a temporada 2017 no 13º lugar. O Maníaco sossegou e aprendeu a domar a japonesa

Baldassarri foi o melhor na Moto2

Lorenzo Baldassarri venceu a prova e é o segundo no Mundial de Moto2. Miguel Oliveira, segundo em Jerez, já está confirmado para pilotar uma KTM da equipe Tech3 na MotoGP em 2019

Lorenzo Baldassarri venceu a prova e é o segundo no Mundial de Moto2. Miguel Oliveira, segundo em Jerez, já está confirmado para pilotar uma KTM da equipe Tech3 na MotoGP em 2019

Desde os classificatórios, Granado não teve um bom final de semana. Novamente. Infelizmente

Desde os classificatórios, Granado não teve um bom final de semana. Novamente. Infelizmente

A prova na Moto2 foi marcada por abandonos. Ao todo, foram 9, incluindo o de Alex Márquez (que vinha de dois pódios) e dos dois pilotos da Forward Racing Team, onde encaixa-se o brasileiro Eric Granado, que disse adeus à corrida logo no início, a 21 voltas do fim. Quem faturou a vitória foi Lorenzo Baldassarri, com Miguel Oliveira (já confirmado para a MotoGP em 2019, onde correrá com uma KTM da equipe Tech3) em segundo e Francesco Bagnaia em terceiro. Mesmo deixando a vitória escapar, Bagnaia segue líder, com 74 pontos. Baldassarri é o segundo, com 64, e Oliveira o terceiro, com 63. Mattia Pasini (58) e Alex Márquez (47) fecham o top5.

Alemão Philipp Oettl vence sua primeira corrida na Moto3

Correndo o Mundial de Motovelocidade na categoria de 250 cilindradas desde 2012 (sempre com KTM’s), Philipp OETTL debutou nesta manhã, em Jerez. O alemão obteve sua primeira vitória (e segundo pódio) da carreira, seguido por Marco Bezzecchi e Marcos Ramirez, que encerraram a prova com o segundo e o terceiro lugar, respectivamente. Em um dia de incidentes inesperados, pilotos como Jorge Martin, Aron Canet, John McPhee e Enea Bastianini não completaram a corrida. Com o resultado, Bezzecchi lidera a temporada, com 63 pontos, com Jorge Martin em segundo e Canet em terceiro, com 55 e 48 pontos. Fabio Di Giannantonio (46) e Oettl (35) completam o top5.

Em sua sétima temporada na Moto3, enfim o alemão debutou. Philipp Oettl venceu sua primeira corrida no Mundial

Em sua sétima temporada na Moto3, enfim o alemão debutou. Philipp Oettl venceu sua primeira corrida no Mundial

RESULTADO MOTOGP EM JEREZ – 4ª ETAPA

1 – Marc Márquez
2 – Johann Zarco
3 – Andrea Iannone
4 – Danilo Petrucci
5 – Valentino Rossi
6 – Jack Miller
7 – Maverick Viñales
8 – Alvaro Bautista
9 – Franco Morbidelli (melhor estreante em prova)
10 – Mika Kallio
11 – Pol Espargaro
12 – Takaai Nakagami
13 – Bradley Smith
14 – Tito Rabat
15 – Scott Redding
16 – Hafizh Syahrin
17 – Xavier Simeon
18 – Karel Abraham
OUT:
Jorge Lorenzo
Andrea Dovizioso
Dani Pedrosa
Cal Crutchlow
Thomas Luthi
Alex Rins
Aleix Espargaro

Separador_MotoGP

Copyright by DORNA



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.