Foto: Largada da categoria 65 cilindradas do Brasileiro de Motocross

MX – Pegas emocionantes dão início ao Brasileiro

Foto: Largada da categoria 65 cilindradas do Brasileiro de Motocross

Foto: Largada da categoria 65 cilindradas do Brasileiro de Motocross

Entre os veteranos da MX3, Negretti voltou em grande estilo … modalidade e ultrapassou Chumbinho nos £ltimos metros; Wellington Garcia, estreante na MX1, superou o atual bicampeÆo Marronzinho

Indaiatuba (SP) – Mais uma p gina foi escrita na hist¢ria do motociclismo nacional. O domingo foi de muita adrenalina nas arquibancadas lotadas do Centro Educacional de Trƒnsito Honda, em Indaiatuba (SP), palco da etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de Motocross. O grande destaque foi o retorno do piloto Jorge Negretti … modalidade. Ele ultrapassou o atual tricampeÆo Milton Becker “Chumbinho” nos £ltimos metros da bateria e levou o t¡tulo da MX3.

Outro desfecho surpreendente foi a vit¢ria do estreante da MX1 Wellington Garcia, que deixou o segundo lugar para o bicampeÆo JoÆo Paulino “Marronzinho”. Na MX2, o atual campeÆo Leandro Silva iniciou a temporada com vit¢ria. Jean Carlo Ramos faturou a bateria da MXJr, categoria que est  sendo disputada pela primeira vez no Brasileir o. As promessas do motocross tamb‚m tˆm lugar garantido na competi‡Æo: Gustavo Bonaventura foi o vencedor da 85cc e Gustavo Roratto, da 65cc.

Foto: Largada do Campeonato Brasileiro de Motocross

Foto: Largada do Campeonato Brasileiro de Motocross

A pr¢xima etapa do Brasileiro ser  realizada nos dias 24 e 25 de mar‡o em Coxim, Mato Grosso do Sul. A competi‡Æo ter  oito etapas no total, passando ainda pelos estados do Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Esp¡rito Santo, Paran , Santa Catarina e Rio de Janeiro. Confira o que disseram algund dos campeäes do dia:

Jorge Negretti (MX3) – “Eu senti que dava para passar na £ltima volta. Estou muito feliz, j  que nÆo corria pelo motocrros h  sete anos. Isso mostra que eu continuo apaixonado pela modalidade. Confesso que nÆo esperava esse resultado, meia volta a mais o Chumbinho me passaria novamente. Se der certo, correrei outras etapas, mas nÆo o campeonato inteiro.”

Leandro Silva (MX2) – “Deu tudo ce rto, larguei bem e consegui administrar a vantagem, j  que os outros pilotos me atacaram o tempo todo. Quero vencer as outras etapas para conseguir ter uma boa pontua‡Æo e ficar mais tranqilo no final da temporada.”

Wellington Garcia (MX1) – “Foi muito dif¡cil quando o Marronzinho encostou, achei que ele botaria pressÆo e me passaria, mas consegui manter o ritmo. Tive cabe‡a para administrar a corrida e terminar em primeiro. Vou tentar melhor ainda mais para a pr¢xima corrida.”

MX3 – 1o – Jorge Negretti
2o – Milton Becker “Chumbinho”
3o – Rog‚rio Nogueira
4o – Alexandro Valerim
5o – Ricardo Raspa

MX2 – 1o – Leandro Silva
2o – Marcello Ferreira de Lima “Ratinho”3o – Wellington Garcia
4o – Lucas Moraes
5o – Rodrigo Selhorst

65cc – 1o – Gustavo Roratto
2o – Endrews Armstrong
3o – JoÆo Pedro Pinho
4o – Rodrigo Riffel
5o – Marcos Paulo Holtman

85cc – 1o – Gustavo Bonaventura
2o – Mar‡al Muller
3o – Rodrigo Santos
4o – Everaldo Rodrigues
5o – Felipe Simäes

MXJr – 1o – Jean Carlo Ramos
2o – Gustavo do Amaral
3o – Mairon Mergener
4o – Deni Marques
5o – Eduardo Ferreira de Lima

MX1 – 1o – Wellington Garcia
2o – JoÆo Paulino “Marronzinho”
3o – Leandro Silva
4o – Rodrig o Selhorst
5o – Lucas Moraes