Pilotos Honda superam dificuldades e continuam na última etapa do Enduro de Regularidade

A decisão do Brasileiro do Enduro de Regularidade que acontece neste final de semana (20 e 21), em Salvador, na Bahia, reserva emoção e surpresas para os pilotos. No primeiro dia de prova, o capixaba Sandro Hoffmann, piloto satélite Honda, garantiu o segundo lugar. Jomar Grecco ficou em primeiro.

O mineiro Dário Júlio, da equipe oficial da Equipe Honda, terminou a prova neste sábado (20), na terceira colocação após enfrentar alguns obstáculos. O piloto em mais uma competição foi o primeiro a largar. “Novamente não tive sorte. Fui o primeiro a largar e não conhecia muito bem a região e isso complicou. É sempre difícil abrir a prova. Depois bati em um tronco que estava enterrado e ao desviar machuquei o braço que me comprometeu no restante da prova”, explicou Dário, que é tricampeão da categoria.

O Enduro do Axé possui cerca de 120 quilômetros de prova, sendo 90 de trilha. O primeiro dia reservou surpresas para os pilotos que exigiu muita energia ao passar por um trecho de pedras, chamado “cocadinha baiana”. Além das surpresas, os pilotos tiveram que enfrentar o forte calor da capital baiana. “Foi legal a prova hoje e bastante disputada. Consegui uma boa média, mas o calor complicou um pouco”, declarou Sandro que busca o hexa.

A Equipe Honda tem apoio da Mobil, Pirelli, Showa, ASW, Oakley, Reebok, Orbital, Riffel, Polisport, DID, Protaper, NGK, Circuit Equipment e Brasil Racing.