Foto: Wellington Garcia

Pilotos Honda superam dificuldades no Latino-Americano de Motocross da MX2

Foto: Wellington Garcia

Foto: Wellington Garcia

Com olho machucado, Wellington venceu a segunda bateria e terminou em sétimo na classificação geral; Thales Vilardi ficou em quinto na competição

São Paulo (SP) – Wellington Garcia e Thales Vilardi mostraram garra e força de vontade para superar as dificuldades durante Campeonato Latino-Americano de Motocross da categoria MX2, disputado neste final de semana, em Ji-Paraná, Rondônia, no Parque de Exposições Hermínio Victorelli. A dupla compete com a motocicleta Honda CRF 250R.

Na primeira bateria, Wellington logo saiu na frente, mas antes da primeira curva ele sofreu uma queda onde quebrou os óculos e entrou areia nos olhos do piloto. Wellington teve que abandonar a prova. Já o paulista Thales Vilardi terminou a primeira bateria em quarto. Roberto Castro venceu a etapa.

“Tive um problema na primeira bateria com meus óculos e tive que tirá-lo. Levei uma pedrada no meu olho que machucou muito e tive que parar na hora, isso me impediu de luta r pelo título”, explicou Wellintgon

Na segunda bateria, Thales largou na frente, mas sofreu uma queda e viu seus adversários ultrapassá-lo. Mesmo com o olho machucado Wellington não deu espaço para Roberto Castro e venceu a bateria, deixando seu principal concorrente terminar em segundo. Com a queda, Thales chegou em 11º.

Foto: Thales Vilardi

Foto: Thales Vilardi

“Na primeira bateria larguei mal e na segunda larguei em primeiro, mas cai e a moto não pegava. Perdi muita posição. Esperava mais, tinha chance de estar entre os dois primeiros”, comentou Thales que sofreu um pouco com o calor da região. “O calor é forte, na primeira bateria estava muito quente não ventava, fiquei com mal-estar. Mas na segunda já diminuiu e consegui ir bem melhor”, declarou o paulista.

Na classificação Geral da competição Roberto Castro foi o campeão, seguido por Humberto Martins. Thales e Wellington terminaram em quinto e sétimo, respectivamente.

Os pilotos se preparam para o Mundial que acon tece no próximo final de semana (12 e 13), em Canelinha (SC). “Hoje foi um treinamento forte para o Mundial e para o Arena Cross”, destacou Wellington que lidera o Arena Cross.

O Team Honda tem apoio da Mobil, Pirelli, Showa, ASW, Polisport, Riffel, Oakley, Orbital, D.I.D., NGK, Master Freios, Pro Taper, Reebok, Griffe Correa e Yoshimura.