Scudeler busca a 6a vitória no Brasileiro da Supersport

Com trˆs vit¢rias nas cinco corridas disputadas at‚ aqui, Gilson Scudeler tem um £nico objetivo para a sexta etapa da categoria Supersport no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade.

Atual campeÆo nacional, o piloto paulista do Team Scud Vaz prioriza a conquista da vit¢ria na corrida deste domingo no Rio de Janeiro para tentar, pela primeira vez no ano, assumir a lideran‡a da competi‡Æo, hoje nas mÆos de C‚sar Barros.

Gilson vem de um resultado inusitado na competi‡Æo. Na prova passada, disputada tamb‚m no Aut¢dromo Internacional Nelson Piquet, em 13 de julho, ele largou da pole-position e dominou a corrida da primeira … £ltima volta. A quatro curvas da bandeirada final, a motocicleta n£mero 1 ficou sem gasolina. Mantendo o embalo, o campeÆo cruzou a linha de chegada na terceira coloca‡Æo, atr s de Adilson MagalhÆes, o vencedor, e de Barros.

O infort£nio p“s fim a uma seqˆncia de trˆs vit¢rias consecutivas e tirou do piloto a lideran‡a do campeonato. “NÆo deu para acreditar, mas sÆo coisas que acontecem em corridas. Adotamos as solu‡äes que, espero, vÆo acabar com esse problema”, comenta o piloto, que leva em sua moto as cores de Kawasaki, Castrol, Pirelli e Andorra. Na primeira prova do ano, em Curitiba, ele abandonou quando era l¡der, com pane na bomba de combust¡vel.

A agenda de Gilson para este mˆs prevˆ outra importante competi‡Æo. O piloto do Team Scud Vaz vai participar no dia 31, em Portugal, das Seis Horas do Estoril. Atendendo convite da J. Saraiva Performance, ele ser  parceiro do italiano Ivan Goi, do Mundial da Supersport, e do portuguˆs Luis Carreira, que disputa a categoria Stocksport no campeonato de seu pa¡s. A equipe tem patroc¡nio da Porta da Ravessa, um dos maiores produtores lusitanos de vinho.

A programa‡Æo para a sexta etapa do Brasileiro de Motos ser  aberta no s bado, com treinos livres para todas as categorias -Supersport “A” e “B”, 500, 250 e 125cm3.

Com cinco provas disputadas, os dez primeiros colocados na Supersport sÆo os seguintes:

1§) C‚sar Barros (SP/Yamaha), 98
2§) Gilson Scudeler (SP/Kawasaki), 91
3§) Adilson “Cajuru” MagalhÆes (SP/Honda), 77
4§) Wesley Butierrez (PR/Honda), 49
5§) Hilaire Damiron (SP/Yamaha), 48
6§) Alexandre Silvestre (SP/Honda), 42
7§) Carlos Alberto Abreu (PA/Honda), 28
8§) Egon Kothy Lant¡gua (PA/Kawasaki), 27
9§) Luiz Carlos Cerciari (PA/Yamaha), 20
10§) Cristiano Vieira (GO/Honda), 16.