Supermoto Cup

Supermoto Brasil: vitória de Rafael Fonseca

Saem os escorregadios karts e entram em cena as equipes, pilotos e veículos da Supermoto Brasil Cup FPM. O kartódromo Brasil Kirin Arena, localizado em Itu, interior paulista, recebeu a primeira etapa da temporada 2016 da competição. Além dos pilotos de supermoto, nomes da motovelocidade, como Eric Granado, Cesar Barros e Mauricio Linguiça, e o multicampeão do motocross Jorge Negreti, também participaram das corridas.

O atual campeão Rafael Fonseca (Piquet Sports Supermoto/Performance Motoparts) venceu as duas baterias da SM1, a principal categoria da competição. Alem disso, também fez a volta mais rápida no classificatório. Na primeira bateria, Kleber Justino (K. Justino Racing) surpreendeu na largada e tomou a ponta, mas Fonseca conseguiu reassumir a ponta e o deixou em segundo ao final da etapa. Além dos pilotos da própria categoria, Simão Lawant, Jorge Negreti, Beto Guizardi e Alex Pavaneli participaram da segunda bateria, largando do fim do grid. Novamente, Fonseca terminou na ponta, com Justino em segundo e Laszlo Piquet (Piquet Sports Supermoto/Performance Motoparts) em terceiro.

Na SM2 foi Paulo Brito (Paulo Brito Motorsports) quem fez o melhor tempo no calssificatório, que tambem cruzou a linha de chegada em primeiro, mas perdeu a posição por ter queimado a largada. Fernando Orsi (Orsi Power Racing), chegou em segundo, e acabou herdando a vitoria no resultado final. Francisco Fox (Master Supermoto Sports) foi o terceiro. Orsi venceu a segunda bateria, seguido por Brito e Helton Bomer (Duda Racing). Com a soma de pontos Fernando Orsi levou a vitória na etapa, Paulo Brito o segundo lugar e  Wilson Guimarães (Ghost Supermoto Team) o terceiro, após terminar em quarto lugar nas duas baterias.

Itu reuniu pilotos de Supermoto, junto de convidados especiais, da motovelocidade e motocross

Itu reuniu pilotos de Supermoto, junto de convidados especiais, da motovelocidade e motocross

O pole position da SM3 Pro, Alex Pavaneli (232 Motorsports), venceu a primeira bateria, com Jeferson Friche (Sky Racing Team) em segundo e Thiago Mendonça (DNA Racing Team). A segunda etapa teve o mesmo resultado. Ap[os a soma dos pontos de cada bateria, Eduardo Venzol (Master Supermoto Sports) foi o vencedor da SM3, com Luis Alípio (Pistolinha Racing) em segundo e Marcelo Caetano (Hícaro Alumínio) em terceiro.

Na SM4, Beto Guizardi (Sensei Racing) venceu a primeira bateria da categoria, com Danilo Araujo (Garage Supermoto) e Simão Lawant (Piquet Sports Supermoto/Performance Motoparts) logo atras. Na segunda bateria, nova vitória de Guizardi, seguido por Negretti. Na soma dos resultados, Guizardi ficou com o lugar mais alto do pódio, Araujo em segundo e Negretti em terceiro.

A SM Speed Pro, categoria que não percorre o trecho de terra, teve como destaque Eric Granado (Piquet Sports Supermoto/Performance Motoparts), que fez a pole e venceu as duas baterias, mostrando sua habilidade sobre as duas rodas. Recentemente, o piloto se destacou no campeonato europeu de Moto2. Irineu Trudes Jr. (JT 72) foi o segundo e Mauricio Paludete (Piquet Sports Supermoto/Performance Motoparts) o terceiro. Na SM Speed Amador, Sergio Montagner Jr. (Velasco Racing) foi o vencedor, após chegar em primeiro nas duas baterias. Cesar Barros (Piquet Sports Supermoto/Performance Motoparts) ficou como segundo colocado e Fernando Jimenez (Comercial Jimenez) concluiu no terceiro lugar na colocação geral.

O Supermoto Brasil Cup FPM segue agora para a cidade de Araraquara, 270 quilômetros distante da capital do Estado de São Paulo, onde realizara a segunda etapa nos dias 4 e 5 de junho, no Kartódromo Adalberto Nenê Cattani.

Separador_motos



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.