Foto: Jean Azevedo, piloto da moto da Equipe Petrobras Lubrax

Terceiro na última etapa, Jean Azevedo é o melhor brasileiro do Rally Dakar 2011

Foto: Jean Azevedo, piloto da moto da Equipe Petrobras Lubrax

Foto: Jean Azevedo, piloto da moto da Equipe Petrobras Lubrax

Jean Azevedo, piloto da moto da Equipe Petrobras Lubrax neste Rally Dakar, foi o melhor brasileiro da maior competição off road do planeta. Desde 1º de janeiro o piloto enfrentou cerca de 9.000 quilômetros passando pela Argentina e Chile. Para encerrar a prova com chave de ouro, Jean fez o terceiro melhor tempo da última etapa do rali realizada hoje, apenas 19 segundos atrás do líder do dia, o belga Frans Verhoeven.

Desde 2008 Jean Azevedo participa no Brasil de provas na categoria Carros, tendo conquistado o tricampeonato nacional. Nesta edição do Rally Dakar, Jean optou por retornar para as duas rodas.

Após três anos, a vitória – “Estou muito contente com o meu resultado. Estou há três anos sem competir na categoria Motos e conquisto a sétima posição na geral, além de conquistar pela terceira vez uma categoria”, contou o piloto da Equipe Petrobras Lubrax.

O brasileiro venceu a categoria Motos Super Produção e com isso acumula três vitórias (2003, 2005 e 2011), além da melhor posição brasileira na classificação geral, o sétimo lugar.

Missão Cumprida – Na categoria Carros, a dupla da Equipe Petrobras Lubrax Marlon Koerich/Emerson Bina Cavassin alcançou os seus objetivos. “A sensação agora é de missão cumprida. Chegamos a Buenos Aires, terminamos entre os 15 primeiros, ganhei a categoria de estreantes, foi tudo ótimo”, comemorou o piloto Marlon Koerich, único estreante brasileiro nesta edição do Rally Dakar.

O navegador Bina também estava entusiasmado com o resultado. “Foi bom demais este rali. Tivemos problemas no carro em três etapas, mas nada que estragasse a competição. Foi show de bola”, afirmou.

A dupla da Petrobras Lubrax fez a última etapa, entre Córdoba e Buenos Aires, na 15ª colocação, conquistando assim a 14ª posição na classificação geral acumulada. Na categoria Rookie Challenge, Marlon sagrou-se o grande campeão.

O Rally Dakar é conhecido pelo seu alto grau de dificuldade. De 407 veículos na largada em Buenos Aires, retornaram à capital argentina apenas 205. “Foi um rali muito duro, de longas quilometragens por dia e muita horas em cima da moto. Com certeza chegar entre os dez primeiros é motivo de muita comemoração”, acrescentou Jean.

Veja os resultados gerais do Rally Dakar 2011:
Motos
1º Marc Coma (Espanha);
2º Cyril Despres (França);
3º Helder Rodrigues (Portugal);
4º Francisco Lopes (Chile);
5º Juan Pedrero Garcia (Espanha);
6º Pal Anders Ullevalseter (Noruega);
7º Jean Azevedo (Brasil) – 1º na categoria Super Produção.

Carros
1º Nasser Al-Attiyah (Qatar)/Timo Gottschalk (Alemanha);
2º Giniel De Villiers (África do Sul)/ Dirk Von Zitzewitz (Alemanha);
3º Carlos Sainz (Espanha)/Lucas Cruz (Espanha);
14º Marlon Koerich (Brasil)/Emerson Cavassin (Brasil) – 1º na categoria Rookie Challenge.