Yamaha dá mais confiança para Barros

Alexandre Barros viaja quinta-feira para o JapÆo confiante em obter uma vit¢ria na primeira etapa do Mundial de MotoGP, dia 6, no circuito de Suzuka. a Honda pela Yamaha.

Alex fez testes com a nova moto em Jerez de la Frontera, Valencia, Barcelona e Estoril. O piloto faz novos testes no fim de semana e prevˆ um campeonato equilibrado. “Com certeza, o Valentino nÆo vai ter a mesma facilidade do ano passado”, disse Barros, referindo-se ao rival italiano campeÆo de 2002. O brasileiro elogiou o desempenho da equipe Ducatti, que retorna ao motociclismo este ano. O italiano Loris Capirossi, ex-companheiro de Barros, ‚ o principal piloto. “Acho que eles j  podem conseguir bons resultados nesta temporada.” Com rela‡Æo … Kawasaki, que tamb‚m reestr‚ia, Barros ‚ mais pessimista. “NÆo fizeram bons tempos nos testes.”

A lei anti-tabagismo que atinge os eventos esportivos na Europa nÆo preocupa o piloto da Yamaha, que ‚ patrocinado pela marca de cigarros Gauloises. “Este ‚ um problema para 2006. Mas acho que vamos seguir os passos da F¢rmula 1. O eixo pode sair da Europa e ir para a µsia. Mas este ‚ um problema dos dirigentes.” Sobre os problemas para organizar o GP do Brasil, dia 20 de setembro, em Jacarepagu , Barros demonstra tranquilidade. “Sempre surgem problemas, mas o GP sempre acontece.”

Sobre o inglˆs naturalizado australiano Barry Sheene, ex-campeÆo mundial da categoria 500 em 1976 e 77 pela Suzuki, que morreu dia 9 v¡tima de cƒncer, Barros s¢ guarda boas lembran‡as. “Como ele trabalhava em uma televisÆo australiana, sempre estava nas provas. De bom-humor, brincando. O motociclismo perdeu uma grande pessoa.”