Zandavalli volta a disputar o Brasileiro de Superbike na terceira etapa em Curitiba

Após conquistar a segunda maior pontuação na abertura do campeonato, cascavelense da Spiga Racing diz-se otimista quanto à chance de vitória

O intervalo de algumas semanas nos calendários de corridas do TNT Superbike e do Pirelli Superbike, campeonatos aos quais tem-se dedicado nesta temporada, permitiu a Maycon Zandavalli confirmar seu retorno ao Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. O piloto paranaense da Spiga Racing vai participar neste domingo (22) das provas da terceira etapa, no Autódromo Internacional de Curitiba, pela categoria Superbike, a principal.

Foi no Brasileiro que Zandavalli teve, ainda em 2009, seu primeiro contato com a Superbike, tendo disputado as três últimas etapas. Em 2010, ele participou da primeira etapa, disputada em Interlagos no dia 18 de abril. Obteve terceiros lugares nas duas baterias e saiu de São Paulo na vice-liderança. O paranaense não participou das provas da segunda etapa, desenvolvidas no circuito gaúcho de Santa Cruz do Sul na tarde de 23 de maio.

As quatro baterias integrantes das duas primeiras etapas tiveram Pierre Chofard como vencedor. O piloto paulista, líder isolado do Brasileiro, não disputa a etapa curitibana. Estaria em ação, também no domingo, em São Paulo, na terceira etapa da categoria 600 Hornet do Racing Festival, sua prioridade nas competições de 2010. Contudo, submetido a uma cirurgia para extração do apêndice há poucos dias, mantém repouso médico e não corre.

“A gente sabia que o Pierre não iria correr em Curitiba porque teria prova do outro campeonato dele em São Paulo, e fiquei preocupado quando soube que ele tinha sido operado. Felizmente está tudo bem com ele”, diz Zandavalli. “Correr contra o Pierre sempre valoriza um bom desempenho de um piloto, ele é um dos melhores do Brasil, sem dúvida, um ótimo referencial. Com ele ou sem ele, a meta seria correr para vencer. Então, vamos ao trabalho”, acrescenta.

Zandavalli, que exibe em sua Honda CBR 1000RR a logomarca da Ronin Tools, sua apoiadora, faz uma aposta sólida na conquista da vitória em Curitiba. “É uma pista onde eu me saio muito bem, a equipe tem uma linha de trabalho bem eficiente para lá”, enaltece o piloto da cidade de Cascavel, que em abril obteve no traçado curitibano a segunda posição na segunda etapa do TNT Superbike, numa prova disputada com pista molhada. “Estou bem otimista, mesmo”.

Os treinos para a terceira etapa do Brasileiro de Motovelocidade serão iniciados na manhã deste sábado (21). Depois de duas etapas, consideradas as bonificações atribuídas em cada evento, os 10 primeiros na tabela de classificação da categoria Superbike no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade são:

1º) Pierre Chofard (SP), 106
2º) Sarin Carlesso (RS), 44
3º) Maycon Zandavalli (PR), 40
4º) José Luís Teixeira Júnior (SP), 38
5º) Rogério Fernandes (RS), 36
5º) Luiz Carlos Cerciari (SP), 36
7º) Alan Douglas dos Santos (SP), 31
7º) Carlos Barcelos (RS), 31
9º) Leandro Rad (RS), 29
10º) Bruno Corano (SP), 22