ceth-8

Parceria requalifica instrutores de moto-escola

Nos últimos 4 anos, 95% dos instrutores de moto-escola do estado de São Paulo foram requalificados, segundo informação do Sindiauto-SP (Sindicato das Autoescolas do Estado de São Paulo). O programa de reciclagem de instrutores é fruto de uma parceria firmada entre Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito), o Sindiauto-SP e a Honda.

O programa de reciclagem foi criado em 2014 com o objetivo de atender as flagrantes necessidades de aperfeiçoamento dos instrutores de moto-escolas (categoria “A”) para aperfeiçoar os ensinamentos dados aos alunos das moto-escolas. O programa beneficiou cerca de 4.000 profissionais e foi encerrado junto com o mês de março.

Atividade de treinamento no CETH em Indaituba (SP): nunca é demais reciclar conhecimentos, ainda mais os responsáveis por instruir os novos motociclistas

Atividade de treinamento no CETH em Indaituba (SP): nunca é demais reciclar conhecimentos, ainda mais os responsáveis por instruir os novos motociclistas

“Alcançamos excelentes resultados nesses quatro anos de parceria com a Honda e o Sindauto-SP, proporcionando qualificação profissional aos instrutores de motocicleta e assegurando maior segurança no trânsito”, falou o diretor-presidente do Detran-SP, Maxwell Vieira, que participou do encerramento das aulas e destacou a importância da parceria com a Honda.

O Detran-SP, por meio da Escola Pública de Trânsito (EPT), planeja novo programa de requalificação de instrutores de motocicletas a partir de diretrizes que serão definidas pelo governo federal. Enquanto isso, espera-se que o programa de requalificação de instrutores deva ser estendido a outros Estados. “O trabalho com os CFCs para o aperfeiçoamento da formação e conscientização dos condutores foi um dos caminhos que encontramos junto com o Detran-SP e o Sindiauto para contribuir com a segurança dos motociclistas do Estado de São Paulo e a harmonia no trânsito”, afirmou Paulo Takeuchi, diretor executivo da Honda South America.

O que os intrutores aprenderam?

O curso ministrado pelo instrutores do CETH (Centro Educacional de Trânsito Honda) teve oito horas e foi dividido em teoria e prática. Na parte teórica foram passados conceitos de inspeção preventiva, mecânica, uso de equipamentos de segurança, postura e técnicas de curva, frenagem e comportamento no trânsito.

Segundo Thiago Roberto Vasconcelos, instrutor de pilotagem da Honda e responsável pelo curso, o que mais atraiu a atenção dos instrutores de moto-escolas é a parte de pilotagem. “O uso correto da frenagem e de como fazer curvas são as principais dúvidas”, disse Vasconcelos. O erro na frenagem é a maior causa de acidentes envolvendo motociclistas e, segundo dados do Infosiga-SP (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), um terço das vítimas fatais em acidentes de trânsito registrados no Estado de São Paulo são motociclistas.

Fonte: Detran-SP / Honda

separador_honda



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.