600 Hornet decide título neste fim de semana em Santa Cruz do Sul (RS)

Nova competição do motociclismo nacional, a 600 Hornet encerra sua primeira temporada nos dias 11 e 12 de dezembro em Santa Cruz do Sul (RS), com a sexta etapa. Distante 150 quilômetros de Porto Alegre, a cidade que abriga a decisão tem também o mais novo dos autódromos que fazem parte do calendário da competição – foi inaugurado em 2005.

Para se ter ideia de como o autódromo é recente, o segundo mais novo do campeonato é Londrina, aberto em 1992. Depois vêm Jacarepaguá (1978), Brasília (1974), Curitiba (1967) e Interlagos (1940).

Líder e favorito ao título, o gaúcho Maico Teixeira terá a chance de ser campeão “em casa”. Ele soma 176 pontos, 35 a mais que o paulista Danilo Lewis, seu único adversário. Como 40 pontos estarão em jogo em Santa Cruz do Sul, Maico precisa apenas de um décimo lugar para ser campeão. “Decidir em casa é bom, mas a pressão é um pouco maior. O público conta com bons resultados, então não podemos fazer feio”, avalia o piloto.

Maico pilota em Santa Cruz do Sul desde 2006. “É uma pista técnica, mas de rápida adaptação. O traçado exige um bom trabalho do corpo em cima da moto”, segue o gaúcho. Para ele, o fato de o circuito ser novo minimiza o desgaste de pneus. “O asfalto está bem conservado. O autódromo todo está em boas condições”, concluiu, sobre o circuito de 3,5 km e 14 curvas, sete para cada lado.

A 600 Hornet conta com as motos Honda CB 600F Hornet praticamente idênticas às usadas nas ruas. Todos os pilotos usam o mesmo equipamento, o que propicia aos competidores igualdade de condições e alta performance. Os pneus da categoria serão os Diablo Rosso Corsa, da Pirelli.

Os treinos livres em Santa Cruz do Sul serão na sexta; o grid sairá no sábado, com as duas baterias no domingo. Os dez primeiros no campeonato são:

1) Maico Teixeira, 139 pontos
2) Danilo Lewis, 118
3) Cidalgo Chinasso, 104
4) Fabio Peasson, 99
5) Devanir Lippi, 94
6) Diego Faustino, 87
7) Marco Brunherotto, 85
8) Luiz Cerciari, 81
9) Pierre Chofard, 80
10) Rafael Paschoalin, 73