Alex Barrros fez segundo tempo no treino de Suzuka

A temporada de MotoGP 2003 come‡ou ontem, com a realiza‡Æo do primeiro treino oficial da IRTA- International Racing Team Association, a associa‡Æo das equipes que disputam o campeonato mundial- na pista de Suzuka, que sediar  a primeira corrida do ano, neste domingo.

SerÆo mais dois dias de treinos- hoje e amanhÆ, segunda feira, com a participa‡Æo de todos os pilotos que disputarÆo o t¡tulo deste ano, que aproveitarÆo para se adaptar …s altera‡äes feitas no circuito japonˆs de Suzuka. E uma das modifica‡äes j  est  causando reclama‡äes de quase todos os pilotos: a nova curva que antecede a reta de chegada.  uma curva com ƒngulo bastante fechado e paralela … entrada dos boxes, onde nÆo h  uma demarca‡Æo clara de qual dire‡Æo leva aos boxes e qual d  continuidade ao tra‡ado.

Nas primeiras voltas do treino alguns pilotos, como Alexandre Barros, Olivier Jacque, Loris Capirossi e Sete Gibernau, entraram nos boxes devido a um equivoco, imaginando que ainda estavam percorrendo o tra‡ado da pista. S¢ a partir da segunda ou terceira tentativa ‚ que passaram a acertar o caminho correto. Outra altera‡Æo que gerou cr¡ticas foi …quela feita no at‚ entÆo espetacular “S” pr¢ximo … reta de chegada, local de memor veis cenas e ultrapassagens. Antes essa seqˆncia de curvas foi alterada, aumentando-se o espa‡o entre as duas partes – “pernas”-, deixando-a bem menos emocionante e dif¡cil.
Nesse primeiro dia o mais r pido foi Valentino Rossi, seguido por Alexandre Barros e Max Biaggi.

Alex Barros s¢ pode aproveitar a parte da tarde, devido aos problemas que ainda persistem no sistema de inje‡Æo de combust¡vel de sua Yamaha M1 e a um acidente sofrido perto da hora do almo‡o. O piloto australiano Andrew Pitt, da Kawasaki, simplesmente atropelou Alex ao perder o ponto de freada. Barros s¢ foi perceber o que estava acontecendo quando a Kawasaki bateu em suas costas, ap¢s a roda dianteira ter tocado o pneu traseiro da moto do piloto da equipe Gauloises/Yamaha. Com o choque Barros foi para o chÆo, momento em que a moto de Pitt voltou a se chocar contra ele, desta vez no capacete. Alexandre Barros teve apenas algumas contusäes nas costas e na nuca, al‚m de um pequeno corte no queixo, mas nada que nÆo lhe permitisse retornar aos treinos na parte da tarde. J  o estreante piloto australiano assumiu toda a culpa pelo acidente, indo procurar Barros logo em seguida para lhe pedir desculpas.

Muitas altera‡äes foram feitas na Yamaha M1 ap¢s os treinos anteriores, realizados trˆs semanas atr s em Barcelona. Pistäes modificados, novos escapamentos -agora duplos e sem silenciadores- e uma nova e reduzida carenagem foram alguns dos novos itens apresentados pela Yamaha para os seus cinco pilotos oficiais.