Brasileiros tentam a sorte no GP Brasil do Mundial de Motocross FIM

São Paulo (SP) – O Brasil vive neste fim de semana um dos momentos mais esperados do ano. Nos dias 21 e 22 de maio, os maiores pilotos do mundo estarão em solo brasileiro para a realização da quarta etapa do Mundial de Motocross FIM. As corridas das categorias MX1 e MX2 acontecem em Indaiatuba (SP), na pista do Centro de Treinamento da Honda, e os pilotos da Brasil Racing também colocarão suas máquinas na pista.

Endrews Armstrong completará 16 anos no sábado, dia 21, e vive expectativa de passar por esta experiência inédita dentro da pista. “Correr ao lado de caras como Roczen, Herlings e Searle será muito bom para o meu crescimento profissional. Estou ansioso pelo fim de semana, mas vou deixar a corrida na mão de Deus, como sempre faço. Estou bem tranqüilo”, comenta o paranaense, que disputará a MX2.

O alemão Ken Roczen lidera a categoria MX2, seguido do holandês Jeffrey Herlings e de Tommy Searle, da Grã-Bretanha. Na MX1, a liderança é de Clement Desalle, da Bélgica. Em segundo aparece Max Nagl, da Alemanha, e o terceiro é Antonio Cairoli, da Itália.

A programação oficial do GP Brasil começa no sábado, dia 21, quando acontecem os treinos classificatórios. Domingo, dia 22, rolam as provas oficiais. Confira a programação completa logo abaixo.

Pepê Bueno participa de corrida especial
Pelo segundo ano consecutivo, o Troféu Honda 150 integrará a programação do GP Brasil de Motocross. Em uma bateria única e exclusiva para motos 150cc, jovens pilotos brasileiros terão a oportunidade de competir na mesma pista que os grandes ídolos.

Pepê Bueno, piloto Brasil Racing, estará entre estes competidores na manhã de domingo, a partir das 11h, conforme programação oficial.

O garoto de apenas 13 anos fala sobre sua expectativa. “Andar na pista que vai acontecer o mundial é o grande objetivo. Ano passado andei em Canelinha (SC), que também já recebeu o Mundial, e a pista é mais difícil, o que faz sobressair quem tem mais técnica”, comenta.

Roberto Castro e Duda Parise concentrados nos nacionais
Focados na Superliga Brasil e no Campeonato Brasileiro de Motocross, dois grandes nomes da seleção Brasil Racing, Roberto Castro e Douglas Parise, ficarão na plateia do Mundial de Motocross.

Castro ocupa a terceira colocação na principal categoria da Superliga, a MXPró, e afirma que preferiu manter a rotina de treinamentos até a próxima etapa da competição, dia 5 de junho, em Chapecó (SC).

Já Duda Parise, terceiro na categoria MX3 do Brasileiro de Motocross, informou que encontrou dificuldades burocráticas para fazer a inscrição, e por isso ficará fora do GP. “Seria interessante participar, estar no meio das feras. Mas não deu. Busquei informações sobre inscrição e não consegui fazê-la porque precisava de um seguro especial, que não tenho”, explica.

Programação oficial GP Brasil  – Sábado (21/5)
9h15 – Briefing pilotos
9h30 – Treino livre MX2
10h15 – Treino livre MX1
11h20 – Treino livre Troféu 150
13h45 – Treino pré-classificatório MX2
14h30 – Treino pré-classificatório MX1
15h10 – Treino classificatório Troféu 150
16h10 – Corrida classificatória MX2 (20min + 2 voltas)
17h – Corrida classificatória MX1 (20min + 2 voltas)