motogp4

Márquez vence na Austrália e põe a mão na taça

O espanhol Marc Márquez (Honda) venceu pela sexta vez na temporada deste ano e praticamente assegurou seu quarto título na categoria maior do motociclismo mundial, a MotoGP. Em uma corrida onde seu principal oponente, Andrea Dovizioso (Ducati) decepcionou, Márquez só teve tranquilidade para vencer nas últimas 3 voltas, quando conseguiu abrir espaço para a vitória.

Márquez conquistou mais uma vitória e o resultado, somado ao baixíssimo desempenho do rival Andrea Dovizioso (13º lugar), deixa o espanhol muito próximo de mais um título na MotoGP. Corrida também foi marcada pela boa performance da Yamaha e o retorno de Rossi ao pódio

Márquez conquistou mais uma vitória e o resultado, somado ao baixíssimo desempenho do rival Andrea Dovizioso (13º lugar), deixa o espanhol muito próximo de mais um título na MotoGP. Corrida também foi marcada pela boa performance da Yamaha e o retorno de Rossi ao pódio

Numa corrida alucinante em Phillip Island, na Austrália, desde a largada seis pilotos logo formaram o primeiro pelotão que foi puxado por – surpresa – Jack Miller (Honda), seguido de Valentino Rossi (Yamaha), Marc Márquez, Maverick Viñales (Yamaha), Johann Zarco (Yamaha) e Andrea Iannone (Suzuki). Apesar da surpresa geral, Muller não resistiu muito tempo e cedeu a primeira posição, mas manteve-se até o final no pelotão da frente.

MotoGP 2017 em sua reta final. Restam apenas duas corridas e 50 pontos em jogo... sendo que Márquez tem 33 de distância na liderança

MotoGP 2017 em sua reta final. Restam apenas duas corridas e 50 pontos em jogo… sendo que Márquez tem 33 de distância na liderança

Uma intensa batalha foi protagonizada por estes 6 pilotos, com 5 líderes diferentes durante as 28 voltas da prova, todos “com a faca nos dentes”, numa das corridas mais imprevisíveis da temporada. A grande decepção do final de semana foi a Ducati, que não conseguiu acerto para suas motos e Dovizioso, que tinha a melhor chance de manter acesa a briga pelo campeonato deste ano, terminou num melancólico 13º lugar. Com isso, Márquez abre 33 pontos de vantagem na primeira posição e só há mais 50 pontos em disputa.

O “top 10″ da prova da MotoGP na Austrália terminou com Márquez na primeira posição, seguido de Rossi, Viñales, Zarco, Cal Crutshlow (Honda), Iannone, Miller, Alex Rins (Suzuki), Pol Espargaro (KTM) e Bradley Smith (KTM), uma grande prova de que a MotoGP atingiu um nível de competitividade enorme, com cinco grande fabricantes lutando pela vitória e poderiam ser seis, não fosse o mal desempenho circunstancial da Ducati.

A próxima etapa será na Malasia, no circuito de Sepang, dia 29 de outubro, e basta ao espanhol Márquez não cometer erros para assegurar seu quarto título na MotoGP.

Separador_MotoGP

 



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.